Governo decide prorrogar até novembro presença das Forças Armadas na Amazônia Legal

Informação foi divulgada pela Secretaria-Geral da Presidência; decreto em vigor vale até esta sexta (10). Operação Verde Brasil visa combater desmatamento ilegal e focos de incêndio. A Secretaria-Geral da Presidência informou nesta quinta-feira (9) que o governo federal decidiu prorrogar até 6 de novembro a presença das Forças Armadas na Amazônia Legal.
A Operação Verde Brasil foi criada para fazer ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais. A operação é direcionada ao combate ao desmatamento ilegal e a focos de incêndio.
De acordo com a Secretaria-Geral, o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) com a prorrogação dos trabalhos das Forças Armadas será publicado nesta sexta (10), no “Diário Oficial da União”.
O decreto em vigor atualmente, publicado em junho, previa a presença das Forças Armadas na região até esta sexta.
Mourão
Mais cedo, nesta quinta-feira, o vice-presidente Hamilton Mourão participou de uma videoconferência com representantes de fundos globais de investimentos para discutir a proteção da Amazônia. Mourão chefia o Conselho da Amazônia.
Conforme a colunista do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo, a partir do ano que vem, os grandes fundos terão de cumprir regras de governança mais rigorosas para definição de investimentos.
Ao Blog da Cristiana Lôbo, Mourão afirmou que o Brasil mostrará bons resultados no combate a queimadas.
Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), porém, os focos de queimadas na Amazônia em junho foram os maiores para o mês nos últimos 13 anos.

Please enter banners and links.

Fuvest publica novo calendário e muda data das provas de 1ª e 2ª fase do Vestibular 2021


De acordo com a entidade, a 1ª fase será realizada no dia 10 de janeiro e as provas da 2ª fase entre 21 e 22 de fevereiro de 2021. A data limite para realização das solicitações de redução e isenção da taxa de inscrição do vestibular é 24 de julho. Candidatos realizam prova da segunda fase da Fuvest 2020
Reprodução/TV Globo
A Fuvest anunciou nesta quinta-feira (9) a mudança do calendário de realização das provas de 1ª e 2ª fase do Vestibular 2021 para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). De acordo com a entidade, a 1ª fase será realizada no dia 10 de janeiro e, na 2ª fase, as provas acontecerão entre os dias 21 e 22 de fevereiro de 2021.
“As alterações em calendário foram feitas com o objetivo de dar mais oportunidade para que os candidatos possam se preparar para o vestibular de 2021”, disse o comunicado publicado pela entidade no Jornal da USP. 
O manual do candidato será disponibilizado no dia 24 de agosto no site da entidade e as inscrições para o exame estarão abertas entre os dias 31 de agosto e 23 de outubro de 2020.  
A Fuvest também ampliou o prazo para recebimento dos pedidos de isenção ou redução da taxa de inscrição para o Vestibular 2021 para as 23h59 do dia 24 de julho. Os pedidos devem ser submetidos por meio do site da fundação.
No próximo ano, serão oferecidas 11.147 vagas para ingresso na USP, de acordo com a entidade. Pelo menos 8.242 dessas vagas serão destinadas para seleção pelo vestibular da Fuvest. As outras 2.905 vagas serão destinadas pela USP para a seleção de estudantes pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu/Enem).
Novo calendário – Fuvest 2021:
Pedidos de isenção da taxa de inscrição: Até 24 de julho de 2020;
Divulgação do Manual do Candidato: 24 de agosto de 2020;
Período de inscrição: 31 de agosto a 23 de outubro de 2020;
Prova da primeira fase: 10 de janeiro de 2021;
Provas da segunda fase: 21 e 22 de fevereiro de 2021;
Divulgação da primeira lista de aprovados: 15 de março de 2021.
Percentual alto de alunos não tem acompanhado as aulas pela internet durante a pandemia
Initial plugin text

Please enter banners and links.