Sociedade pode opinar sobre uso de dispositivos digitais por crianças

Dispositivos Digitais




Desafios e Oportunidades: Sociedade Opina sobre o Uso de Dispositivos Digitais por Crianças e Adolescentes

No cenário atual, a presença de dispositivos digitais tornou-se onipresente em nossas vidas, moldando desde a forma como nos comunicamos até como aprendemos e nos entretemos. No entanto, quando se trata do uso dessas tecnologias por crianças e adolescentes, surgem inúmeros questionamentos sobre os impactos em seu desenvolvimento físico, mental e social. Recentemente, o governo brasileiro abriu espaço para a sociedade opinar sobre o tema, lançando uma consulta pública que visa criar estratégias para o uso consciente de celulares e tablets por essa faixa etária. Nesta postagem, exploraremos os desafios e oportunidades envolvidos nessa discussão, considerando as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria e a pesquisa global que embasa a consulta.

O Cenário Atual

Vivemos em uma era digital, onde crianças e adolescentes têm acesso a dispositivos digitais desde tenra

idade. A facilidade de acesso à informação, a interação social online e as inúmeras opções de

entretenimento trouxeram benefícios, mas também desafios. Diante desse contexto, o governo brasileiro

decidiu envolver a sociedade na criação de diretrizes que visam promover um uso saudável dessas

tecnologias por parte dos jovens.

A Consulta Pública e a Participação da Sociedade:

A iniciativa de abrir uma consulta pública revela um comprometimento do governo em ouvir as diversas

vozes da sociedade civil. O prazo, inicialmente estabelecido, foi prorrogado para permitir que mais

pessoas contribuam com suas opiniões e sugestões. A Plataforma Participa + Brasil se tornou o canal

para o envio dessas contribuições, transformando-se em uma ferramenta democrática que permite a

participação ativa dos cidadãos na definição de políticas públicas.

Evidências Científicas e Recomendações:

O embasamento da consulta em uma pesquisa global, que envolveu 27 mil pessoas, destaca a

importância de considerar evidências científicas ao abordar o uso de dispositivos digitais por crianças e

adolescentes. A pesquisa aponta para uma correlação entre o momento em que os jovens recebem

smartphones ou tablets e seu bem-estar mental. Essa descoberta ressalta a necessidade de estratégias

que promovam um acesso equilibrado e consciente a essas tecnologias.

A Sociedade Brasileira de Pediatria, por sua vez, estabelece recomendações claras, considerando

diferentes faixas etárias. Crianças até 2 anos são aconselhadas a não serem expostas a telas, enquanto

crianças de 2 a 5 anos devem limitar o uso a no máximo 1 hora por dia. Para adolescentes entre 11 e 18

anos, a recomendação é não ultrapassar 3 horas diárias.

Desafios no Uso Excessivo

O uso excessivo de dispositivos digitais por crianças e adolescentes levanta preocupações legítimas.

Problemas como sedentarismo, distúrbios de sono, dificuldades de concentração e exposição inadequada

a conteúdos inapropriados são citados por especialistas como possíveis consequências do uso

descontrolado dessas tecnologias. Portanto, criar estratégias para mitigar esses riscos é fundamental.

Oportunidades na Era Digital

Ao mesmo tempo, é crucial reconhecer as oportunidades que a era digital oferece. O acesso à

informação, a possibilidade de aprendizado interativo e a conexão com pessoas de diferentes partes do

mundo são aspectos enriquecedores proporcionados pelos dispositivos digitais. Como sociedade, é nosso

desafio encontrar um equilíbrio que permita aos jovens usufruir dessas oportunidades sem comprometer

seu bem-estar.

Contribuições da Sociedade

Até o momento, mais de 400 contribuições foram recebidas na consulta pública, provenientes de

coletivos e organizações diversas. Essa diversidade de vozes reflete a complexidade do tema e a

importância de considerar diferentes perspectivas ao desenvolver políticas públicas. As contribuições da

sociedade civil fornecem insights valiosos que podem influenciar diretamente na elaboração do guia

oficial sobre o uso de dispositivos digitais por crianças e adolescentes.

Dispositivos Digitais Em uma Sociedade Conectada

O debate sobre o uso de dispositivos digitais por crianças e adolescentes é essencial em uma sociedade cada vez mais conectada. A iniciativa do governo em promover uma consulta pública demonstra um passo significativo em direção à construção de políticas mais inclusivas e alinhadas com as necessidades reais da população. Ao considerar as evidências científicas, as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria e as valiosas contribuições da sociedade civil, podemos esperar a formulação de diretrizes que busquem o equilíbrio entre o aproveitamento das oportunidades digitais e a proteção do desenvolvimento saudável das novas gerações. A participação ativa de cada cidadão nesse processo é crucial para construir um futuro digital mais consciente e responsável para nossas crianças e adolescentes.




2 comentários em “Sociedade pode opinar sobre uso de dispositivos digitais por crianças”

  1. What i don’t understood is in reality how you’re now not really a lot more smartly-favored than you might be now. You’re very intelligent. You understand therefore significantly in terms of this topic, produced me personally believe it from a lot of numerous angles. Its like women and men are not interested except it is one thing to accomplish with Woman gaga! Your own stuffs outstanding. Always care for it up!

  2. I just could not depart your web site prior to suggesting that I really loved the usual info an individual supply in your visitors? Is gonna be back regularly to check up on new posts.

Deixe um comentário