Zezé Motta homenageia Gilberto Braga: ‘Em 1984, graças a você, falamos de racismo em horário nobre’


Atriz falou sobre o papel em ‘Corpo a Corpo’, quando interpretou a arquiteta Sônia que se apaixonava por Cláudio (Marcos Paulo). Zezé Motta falou sobre a importância de Gilberto Braga ao incluir a questão do racismo no horário nobre nos anos 80 na homenagem que prestou ao autor que morreu nesta terça-feira (26) aos 75 anos.
Veja novelas do autor no Globoplay e no Viva
MAURO FERREIRA: Novelas e séries de Gilberto Braga também deixam legado na música brasileira com trilhas sonoras históricas
“Querido Gilberto, você me presenteou com o papel que marcou a minha história na TV Brasileira. Graças a você pude viver a Sônia em Corpo a Corpo, personagem que é lembrada até hoje”, escreveu a atriz.
“Foi um divisor de águas. Em 1984, graças a você falamos de racismo em horário nobre. Fomos amigos, demos boas risadas, tomamos bons drinks, vivemos…”
“A minha admiração pelo #GilbertoBraga sempre foi gigante, assim como ele era. Gilberto era um gênio. Deixa um marco na história da teledramaturgia. Descanse em paz meu querido, sinto sua perda, é o Brasil e a TV mais uma vez ficando órfãos. Adeus meu amigo, Zezé Motta”.
Sônia (Zezé Motta) e Cláudio (Marcos Paulo) em ‘Corpo a Corpo’, novela de Gilberto Braga de 1984
Acervo Grupo Globo
A discussão sobre racismo apareceu na trama através da família de Antônio (Waldir Onofre) e Jurema (Ruth de Souza), negros de classe média.
A filha do casal, Sônia (Zezé Motta), era uma jovem arquiteta que começou a namorar Cláudio (Marcos Paulo), filho do rico empresário Alfredo Fraga Dantas (Hugo Carvana), e passou a ser discriminada pela família dele.
A morte do autor de dezenas de novelas clássicas como “Dancin’ Days” (1978), “Vale Tudo” (1988) e “Celebridade” (2003) também foi lamentada por outros artistas. Veja repercussão abaixo:
Autor de ‘Vale Tudo’, ‘Dancin’ Days’ e outros sucessos, Gilberto Braga morre aos 75 anos
Camila Pitanga, atriz
Initial plugin text
Tony Ramos, ator
“O Gilberto sempre foi um autor, e a obra dele está aí então eu nem preciso falar, mas essa obra mostra o autor refinado, o autor culto que ele era. Mais do que isso, ele conseguia espiar essa vida com requinte das classes chamadas mais abastadas. Ele fazia um recorte disso com muita crítica comportamental. Ao mesmo tempo, seus tipos populares se misturavam a isso. Ele tinha essa brasilidade. Ele tinha um olhar múltiplo.”
Susana Vieira, atriz
Initial plugin text
Walcyr Carrasco, dramaturgo
Initial plugin text
Paolla Oliveira, atriz
Initial plugin text
Zé de Abreu, ator
“Não, mais um amigo morre! Gilberto Braga, mais um personagem da minha ‘ABREUGRAFIA’ que não vai ler. Fiz dele ‘Corpo a corpo’, ‘Anos dourados’, ‘O primo Basílio’… Como te amo, gênio! Deus te receba com pompas e loas! RIP.”
Deborah Evelyn, atriz
Initial plugin text
Cris Vianna, atriz
Initial plugin text
Marcelo Médici, ator
Initial plugin text
Babu Santana, ator
Initial plugin text
Marcos Veras, ator
Initial plugin text
Relembre algumas das novelas mais marcantes da carreira de Gilberto Braga
VÍDEO: As 15 novelas marcantes dos últimos 15 anos
‘A Favorita’, ‘A força do querer’, ‘Verdade Secretas’ e mais: as 15 novelas mais marcantes