Zélia Duncan e Paulinho Moska lançam músicas inéditas no primeiro show em dupla


Turnê ‘Um par ímpar’ inventaria parceria apresentada pelos artistas há 15 anos. Zélia Duncan e Paulinho Moska são amigos desde os anos 1990 e parceiros desde 2005, ano em que a cantora apresentou oficialmente duas músicas dos compositores, Não e Carne e osso, no álbum Pré-pós-tudo-bossa-band.
As afinidades pessoais e profissionais entre os artistas geraram outras composições, casos de Sinto encanto (2009), O tom do amor (2011), Medo do medo (2018) e Feliz caminhar (2019). As afinidades e as músicas estarão expostas, ao lado de composições inéditas, no roteiro do primeiro show feito por Zélia com Moska.
Embora já tenham se encontrado no palco em participações em apresentações de um e de outro, os cantores se reúnem pela primeira vez em cena em show protagonizado pelos dois.
Um par ímpar é o nome desse show em dupla – idealizado para gerar turnê pelo Brasil ao longo deste ano de 2020 – e também de música inédita de autoria de Moska e Zélia, composta em 2012 e até então guardada no baú porque Um par ímpar veio ao mundo justamente com a ideia da turnê, concretizada oito anos depois em show que inventaria 15 anos da afinada parceria.