YouTubers são indiciados e podem pegar 4 anos de prisão por ‘trollar’ pessoas vestidos de ladrões


Gêmeos youtubers de Los Angeles Alan e Alex Stokes têm 4,8 milhões de seguidores e fizeram vídeo em que fingem ser ladrões; polícia foi chamada e apontou arma para motorista de Uber. Youtubers gêmeos Alex e Alan Stokes em vídeo em que fingem ser ladrões
Reprodução
Os gêmeos youtubers Alan e Alex Stokes, que têm um canal com mais de 4,8 milhões de seguidores, foram indiciados por indiciados em Los Angeles, nos EUA, por um vídeo em que fingem ser ladrões.
As acusações são de fraude, falsa comunicação de crime, entre outros crimes, e eles podem pegar até quatro anos de prisão.
Eles se vestiram de preto, com capuzes, e saíram correndo com sacos fingindo que acabaram de roubar um banco. Pediram um Uber e o motorista se recusou a levá-los. Uma pessoa chamou a polícia.
Ao chegar, os policiais chegaram a apontar uma arma para o motorista antes de perceber que ele não estava envolvido. Os agentes deram um alerta aos youtubers, mas não chegaram a detê-los.
Duas horas depois, os irmãos voltaram para a rua para fazer a mesma pegadinha, e a polícia foi chamada novamente.
Youtubers Alan e Alex Stokes em vídeo em que ‘trollam’ pessoas fingindo serem ladrões
Reprodução
“”Os agentes da lei juram proteger os cidadãos e, quando alguém liga para o 911 para denunciar um assalto a banco, eles vão responder para proteger vidas”, diz o representante da promotoria.
“Em vez disso, o que eles acharam foi uma tentativa distorcida de ganhar mais popularidade na internet, colocando cidadãos e policias em perigo sem necessidade.”
“Essas não eram pegadinhas. Eram crimes que poderiam ter terminado em alguém seriamente ferido ou até morto”, finaliza o representante.
Youtubers Alan e Alex Stokes em vídeo em que ‘trollam’ pessoas fingindo serem ladrões
Reprodução
Semana Pop mostra os momentos em lives que saíram do controle