WhatsApp pede desculpas e diz que está voltando à normalidade gradualmente


Serviços que pertencem ao Facebook estavam fora do ar em todo o mundo desde o começo da tarde. WhatsApp fora do ar: o que se sabe e o que falta esclarecer sobre a pane global
O WhatsApp fez um pedido de desculpas a seus usuários na noite desta segunda-feira (4). Durante o dia, o principal aplicativo de mensagens usado no Brasil ficou fora do ar por mais de seis horas em uma falha que atingiu também Instagram e Facebook — todos integrantes da mesma empresa.
“Pedimos desculpas a todos que não conseguiram usar o WhatsApp hoje. WhatsApp está voltando a funcionar em sua normalidade gradualmente, muito obrigado pela sua paciência”, disse o aplicativo, em postagem no Twitter.
Ainda não foi divulgada a causa da falha. “Manteremos vocês informados quando tivermos mais informações para compartilhar”.
Initial plugin text
Retomada dos serviços
WhatsApp, Instagram e Facebook começaram a retomar o funcionamento no início da noite desta segunda em uma das falhas mais prolongadas já enfrentadas pelas plataformas.
A empresa de Mark Zuckerberg postou por volta das 19h30 uma mensagem sobre a retomada com um pedido de desculpas.
“Para todos que foram afetados pela interrupção das nossas plataformas hoje: sentimos muito. Sabemos que bilhões de pessoas e negócios em todo o mundo dependem de nossos produtos e serviços para permanecer conectados. Agradecemos sua paciência”, disse o Facebook.
Os serviços, no entanto, ainda apresentavam instabilidade por volta das 20h. Após as 21h, haviam poucos relatos de falhas, com o serviço normal na maioria dos dispositivos, apesar de a empresa não anunciar ainda um retorno de 100% das atividades.
Facebook, Instagram e WhatsApp param de funcionar e afetam 2,8 bilhões de pessoas no mundo
Compartilhe esta notícia no Telegram
O QUE SE SABE: como a pane começou e o que falta explicar
ALTERNATIVAS: como funcionam SMS, Telegram, Signal, Twitter e outros comunicadores
‘BUGOU’: pane afeta aulas e trabalho: veja relatos por todo o Brasil
REAÇÕES: memes invadem o Twitter com a falha nas redes concorrentes
A VIDA SEM ‘ZAP’: como era o celular há 15 anos
Só se falou disso
O “blecaute” nas três das maiores redes sociais do mundo, com bilhões de seguidores, prejudicou empresas, trabalhadores e estudantes e foi o assunto mais falado no Twitter durante toda a tarde – a página se tornou o principal canal de comunicação, sendo usada inclusive pelo Facebook para atualizar a situação.
O prejuízo financeiro chegou até o “chefão” do Facebook: Mark Zuckerberg perdeu quase US$ 6 bilhões em um dia e deixou de ser o quarto mais rico do mundo, com a queda nas ações da companhia.
A retomada das redes foi comemorada com posts como este abaixo:
Initial plugin text
Para a Lilian Carvalho, coordenadora do Centro de Estudos de Marketing Digital da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pesquisadora da relação entre substâncias neuroquímicas e nossa presença nas redes sociais, o apagão desta segunda foi “chance de ouro’ para rever vício em redes sociais”.
A causa
Por volta das 17h, o Facebook disse que problemas com a rede causavam a falha de acesso. A empresa é dona dos três serviços.
Initial plugin text
A mensagem foi postada no Twitter pelo diretor de tecnologia da empresa (CTO, na sigla em inglês), Mike Schroepfer que não informou o que causou essa falha. A possibilidade levantada por especialistas é de erro de DNS – como se o “GPS” dos sites não conseguisse encontrar a rota para levar os usuários até as páginas (leia mais abaixo).
“É interessante separar o sintoma da causa. O erro de DNS é um sintoma e a causa é a interrupção da conectividade do servidores do Facebook com a internet”, explica Thiago Ayub, diretor de tecnologia da Sage Networks.
Num primeiro momento, os perfis das 3 redes postaram no Twitter que estavam investigando as causas da falha, sem apontar para nenhum caminho.
‘Esqueci que podia ligar’, diz advogada que mandou WhatsApp para pedir ajuda e desmaiou sem socorro
“Estamos cientes de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp no momento. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização assim que possível”, diz a mensagem no perfil do programa de mensagens.
Os três aplicativos também enfrentaram instabilidade em junho passado durante cerca de 2h30. Na ocasião, o Facebook afirmou que a falha foi causada por um ajuste de configuração.
Por que os erros ‘DNS’ e ‘500/5XX’ aparecem nas páginas?
Especialistas em internet divulgaram diversas possibilidades para a falha, mas a mais provável é relacionada a um erro de DNS. Isso porque, ao entrar acessar o endereço de qualquer uma das 3 redes, aparece a mensagem “DNS_PROBE_FINISHED_NXDOMAIN”.
O DNS é a “agenda de contatos” da internet. É ele que registra os números (endereços de IP) associados aos “nomes de domínio” (como “globo.com”).
Página do Instagram fora do ar na segunda-feira (4).
Reprodução
A internet só funciona com números, então essa “agenda” cumpre o objetivo de permitir consultas (chamadas de “resoluções de domínio”) para que qualquer pessoa possa saber o número de IP do site que pretende acessar.
Se acontece uma falha, o acesso à página fica indisponível porque não é possível encontrar o caminho certo para chegar nela.
“Os endereços de IP da empresa Facebook responsáveis pelo serviço de internet se tornaram inalcançáveis. Se a gente fosse fazer uma analogia com a telefonia, é como se você fosse telefonar para o número do Facebook e desse que esse número não foi encontrado”, compara Thiago Ayub, da Sage Networks.
Veja como é o fluxo do DNS para checar ao domínio
Jornal Nacional
“A camada que nós usuários enxergamos é essa mensagem de erro de DNS. Mas isso não significa que o erro esteja nele. Significa que atrás dele, o acesso do Facebook à internet – a conexão dele com o mundo – está interrompido.”
Carlos Affonso de Souza explica o que é DNS, o sistema de nome de domínio
Para algumas pessoas que tentaram acessar Facebook, Instagram e WhatsApp, apareceu um “Erro 500” ou “Erro 5XX”. Esse tipo de mensagem geralmente indica uma dificuldade do computador do usuário se comunicar com o servidor do site ou aplicativo.
“Pode ter relação com DNS, toda a família de erro que começa com 500 (de 500 a 599) significa que houve um erro interno no servidor. Ou seja, com você usuário, seu navegador, seu smartphone, está tudo certo. O problema não é do seu lado. O problema é do outro lado do modem, do outro lado do nosso celular, que é o servidor”, esclarece Ayub.
Domínio do Facebook
As “investigações” nas redes também fizeram circular o boato de que o Facebook teria perdido o seu domínio, “facebook.com”.
Porém, a empresa ainda é a proprietária desse endereço. Segundo o site “Who.is”, que indica os donos de domínio, o Facebook ficará com o endereço ao menos até 29 de março de 2030.
O domínio “whatsapp.com” seguirá com o aplicativo de mensagens ao menos até 4 de junho de 2030, enquanto o “instagram.com” vale, no mínimo, até 4 de setembro de 2030.
Essa “teoria” de perda de domínio também gerou especulações de que o Facebook teria sofrido um ataque hacker, o que nunca se confirmou.
Instabilidade em outras redes
Outros serviços que podem servir com alternativa para os aplicativos que estão fora do ar também registraram instabilidade, provavelmente por causa do grande número de pessoas que foram buscá-los ao mesmo tempo.
Houve reclamações sobre o Telegram, o TikTok e também sobre o serviço de operadoras de telefonia.
O Twitter, também alvo de reclamações, passou a ser o meio de comunicação inclusive das redes concorrentes. E brincou com a situação, postando: “”Oi literalmente todo mundo”.
Outras notícias:
Senador Randolfe desloca o ombro ao tentar defender pênalti; VÍDEO
Governo propõe regras de qualidade para venda de carne moída
Nobel de Medicina 2021 vai para descobertas sobre temperatura e toque
Estátua de George Floyd é vandalizada em Nova York; câmera de segurança registra a ação
Facebook coloca ‘lucros acima da segurança’, diz ex-funcionária
Golpes no WhatsApp: em vídeo, saiba como se proteger
Golpes no Whatsapp: saiba como se proteger
Initial plugin text