VW põe funcionários de Taubaté em férias coletivas após queda nas exportações para Argentina


Período de férias coletivas teve início na segunda-feira (28). Trabalhadores ficarão afastados por 20 dias, segundo a montadora. VW põe funcionários de Taubaté em férias coletivas após queda nas exportações para Argentina
Divulgação
A Volkswagen colocou os funcionários da fábrica de Taubaté (SP) em férias coletivas por causa da queda nas exportações de veículos para a Argentina.
O período de férias teve início na segunda-feira (28) e os trabalhadores ficarão afastados do trabalho por 20 dias. Eles devem voltar ao trabalho no dia 18 de novembro.
A montadora alemã justificou a medida como adequação à demanda do mercado por causa da redução nos volumes de veículos exportados para a Argentina.
Em setembro, a montadora já havia colocado os funcionários da fábrica de Taubaté em férias coletivas pelo mesmo motivo. O período na ocasião foi de dez dias.
A Volkswagen informou apenas que a medida atinge parte dos empregados, mas não informou quantos funcionários foram afetados pelas férias coletivas. O G1 não conseguiu localizar ninguém do Sindicato dos Metalúrgicos.
A Volks produz em Taubaté os modelos Up!, Gol e Voyage – todos são exportados para o país vizinho.