Vitor Ramil pavimenta ‘Avenida Angélica’ com gravação ao vivo de álbum de voz e violão


Sem plateia, o artista gaúcho faz na cidade natal de Pelotas o registro audiovisual de show com músicas compostas a partir de versos da poeta conterrânea Angélica Freitas. ♪ Álbum arquitetado por Vitor Ramil há cerca de dois anos, com músicas inéditas compostas pelo artista sobre versos da poeta gaúcha Angélica Freitas, Avenida Angélica sai do plano das ideias no próximo fim de semana.
A gravação do disco será concretizada ao vivo em formato de voz & violão nos próximos sábado e domingo, 7 e 8 de agosto, em apresentações feitas pelo cantor sem plateia no Teatro Sete de Abril, em Pelotas (RS), cidade natal de Ramil e da poeta.
Além do álbum em si, a gravação dará origem à obra audiovisual, filmada sob direção de Renato Falcão, com cenário, iluminação e vídeos orquestrados por Isabel Ramil.
Com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2022, nos aplicativos de música e no canal do artista no YouTube, Avenida Angélica apresentará músicas como A mulher de rollers, Família vende tudo, Ringues polifônicos (poema que inclui o verso-título Avenida Angélica) e Vida aérea.
Com diversidade rítmica que vai do samba ao blues, as músicas foram feitas a partir de poemas lançados por Angélica Freitas nos livros Rilke shake (2007) e Um útero é do tamanho de um punho (2013).