Vice-presidente da Coca-Cola no Brasil vai comandar operação na Ásia


Claudia Lorenzo será a primeira mulher brasileira a assumir o cargo de presidente de uma unidade da Coca-Cola no mundo. A brasileira Claudia Lorenzo, vice-presidente de novas bebidas da Coca-Cola no Brasil, vai presidir a partir de julho a operação da Coca-Cola Asean, que concentra as operações de Tailândia, Filipinas, Indonésia, Vietnã, Camboja, Laos, Myanmar, Malásia, Brunei, Cingapura e Papua Nova Guiné.
A executiva será a primeira mulher brasileira a assumir o cargo de presidente de uma unidade da Coca-Cola no mundo. Ela vai substituir Iain Mclaughlin, que comandava a região desde outubro de 2014. A empresa ainda não informou para onde irá o executivo.
Garrafas de Coca-Cola em prateleira de supermercado.
Reuters/Regis Duvignau
Claudia é formada em Jornalismo pela Universidade de Helio Alonso e possui MBA Executivo, com foco em Gestão de Varejo, pelo Ibmec. A executiva está na Coca-Cola desde 1994. Claudia passou por diversos cargos, incluindo o de vice-presidente de comunicação corporativa, entre 2015 e 2017 e de vice-presidente de novas bebidas, desde julho de 2017. Antes da Coca-Cola, trabalhou por quatro anos na TV Globo.
Como vice-presidente de comunicação corporativa, criou uma agenda de impacto social e sustentável totalmente integrada ao negócio. Fez parte do Conselho de Liderança de Mulheres, uma iniciativa global da Coca-Cola que tem por objetivo acelerar o desenvolvimento do talento feminino para incluí-los em papéis de maior impacto nos negócios e responsabilidade.
Claudia foi apontada como líder da estratégia 5by20 para América Latina. É uma estratégia global da Coca-Cola para empoderamento de 5 milhões de mulheres até 2020, através da cadeia de valores da Coca-Cola.
A Coca-Cola no Brasil ainda não definiu um nome para substituir a executiva na área de novas bebidas.