Verônica Sabino e Luís Filipe de Lima perpetuam em disco ao vivo o ‘laiaraiá’ de Martinho da Vila


♪ Em 2018, ano em que Martinho da Vila completou 80 anos, Verônica Sabino idealizou show em que aborda o repertório do compositor fluminense com o toque do violão de sete cordas de Luís Filipe de Lima.
Com o violão e a direção artística de Luis Filipe, que ainda assina o roteiro com a artista carioca, a cantora estreou o show Meu laiaraiá – O samba de Martinho da Vila em 2019, ano em que Verônica celebrou 40 anos de carreira iniciada em 1979 como integrante do grupo vocal Céu da Boca.
Batizado com o nome do samba que intitulou em 1970 o segundo álbum solo de Martinho, de cujo repertório os artistas também reavivam o Samba da cabrocha bamba, o show seguiu em cena até ter o curso interrompido pela pandemia. Mas teve o curso retomado em formato online em 25 de fevereiro deste ano de 2021, quando foi captado na apresentação feita pelos artistas dentro da série de lives do projeto Quatro cantos.
A gravação ao vivo do show gera o disco Meu laiaraiá – O samba do Martinho da Vila ao vivo, programado para aportar nos players digitais na sexta-feira, 26 de março, com nove músicas extraídas da apresentação virtual.
Distribuído via Mills Records, o disco integra o primeiro lote de lançamentos do selo Cabanas Produções (as apresentações de Arranco de Varsóvia, Duo Gisbranco e Fábio Rizental, também gravadas nas lives da série Quatro cantos, geram os outros três discos).
Com a adesão do percussionista Marcos Suzano, Verônica Sabino e Luís Filipe de Lima fazem ousadias estilísticas como dar acento funk a Madalena do Jucu (1989), tema capixaba da Associação dos Congos da Serra que fez sucesso nacional ao ser adaptado por Martinho para gravação feita para o álbum O canto das lavadeiras (1989).
Capa do álbum ‘Meu laiaraiá – O samba do Martinho da Vila’, de Verônica Sabino & Luís Filipe de Lima
Cristina Granato com arte de Verônica Sabino
♪ Eis, na ordem do disco, as nove músicas do repertório do compositor fluminense abordadas por Verônica Sabino e Luís Filipe de Lima no álbum Meu laiaraiá – O samba do Martinho da Vila ao vivo :
1. Meu laiaraiá (1970)
2. Quero quero (1977)
3. Disritmia (1974)
4. Ex-amor (1981)
5. Madrugada, Carnaval e chuva (1969)
6. Renascer das cinzas (1974)
7. Quem é do mar não enjoa (1969)
8. Samba da cabrocha bamba (1970)
9. Madalena do Jucu (1979)