‘Velozes e Furiosos 9’ busca reerguer cinemas dos EUA


Filme também estreia no Brasil e é o primeiro longa de ação e de grande orçamento a ser lançado exclusivamente nos cinemas neste ano. Assista ao trailer e leia crítica. Vin Diesel e Sung Kang em cena de ‘Velozes e furiosos 9’
Divulgação
Hollywood está novamente ligando os motores para os lançamentos da temporada de verão no hemisfério norte, pela primeira vez desde que a pandemia de Covid-19 colocou a indústria cinematográfica em suspensão. 
O novo filme da popular franquia “Velozes e Furiosos” chega aos cinemas nos Estados Unidos e Canadá na noite de quinta-feira. É o primeiro longa de ação e de grande orçamento a ser lançado exclusivamente nos cinemas neste ano.
G1 JÁ VIU: ‘Velozes e furiosos 9’ continua busca exagerada da franquia pelo absurdo
MARATONA: ‘Velozes e Furiosos’, veja curiosidades
As operadoras de cinemas esperam que “Velozes e Furiosos” retome o desempenho nas bilheterias e as ajudem a recuperar as perdas provocadas pelos longos períodos fechados ou restritos, com poucos novos filmes para exibir. 
‘Velozes e furiosos 9’ ganha 1º trailer; ASSISTA
A Universal Pictures adiou o lançamento que seria em maio de 2020 para que os fãs pudessem assistir “Velozes e Furiosos” em segurança em uma tela grande e em meio ao público, afirmou o diretor Justin Lin. 
“Quando fazemos esses filmes, buscamos conexão”, disse Lin em uma entrevista. “É para que as pessoas cheguem aos cinemas com seus amigos e família, que consigam vibrar juntos, e rir juntos ao lado de estranhos”. 
Saem carros, entram espiões
Carros ‘zumbis’ em ‘Velozes e Furiosos 8’
Divulgação
A franquia “Velozes e Furiosos” começou como uma história sobre corridas de rua ilegais e evoluiu para uma saga de uma equipe unida e envolvida em espionagem. É uma das franquias mais bem sucedidas de Hollywood, responsável por levantar US$ 5 bilhões desde o primeiro filme em 2001. 
Dom (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão vivendo uma vida pacata, com um filho jovem, quando são convidados a impedir um plano perigoso.
O filme oferece sequências de perseguições de carro – principal marca da franquia – e desta vez sobe um patamar ao lançar um carro ao espaço com um foguete. 
Paul Walker e Vin Diesel em ‘Velozes e furiosos’ (2001).
Divulgação
Ao longo do caminho, Dom precisa “se acertar com seus atos do passado para ter esperanças para o futuro”, disse Lin, um tema que pode fazer com que o público marcado pela pandemia se identifique com o protagonista. “Eu consigo me identificar com isso”, disse. “É algo que todos estamos passando”. 
Os cinemas dos Estados Unidos e Canadá realmente precisam da audiência. O movimento das bilheterias despencou 81% em 2020 em relação ao ano anterior, para US$ 2,1 bilhões. As vendas até agora em 2021 estão aproximadamente em US$ 881 milhões. 
“Velozes e Furiosos” inicia a temporada do verão norte-americano e será seguido por “Viúva Negra”, e “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, da Marvel, e pelo remake de “Space Jam”, estrelando o astro LeBron James.
Também chegarão aos cinemas o spinoff de G.I. Joe “Snake Eyes” e a sequência do filme da DC Comics “Esquadrão Suicida”, entre outros.