Valor acumulado da Mega-Sena é maior que o PIB de 60% dos municípios do Amapá


Sorteio que poderá pagar R$ 275 milhões acontece na noite deste sábado (11). Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h
Marcelo Brandt/G1
Após acumular pela 14ª vez consecutiva, a Mega-Sena pode pagar neste sábado (11) cerca de R$ 275 milhões. No Amapá, único estado do país que nunca teve um contemplado nas seis dezenas em mais de 2 mil sorteios, o valor em jogo supera o Produto Interno Bruto (PIB) anual de 9 dos 16 municípios do estado.
A comparação foi feita com os dados da economia divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2018. O sorteio será na noite deste sábado às 20h e apostas podem ser feitas até 19h.
De uma única vez, o vencedor da Mega pode faturar mais que a arrecadação anual das nove cidades, sendo que os R$ 275 milhões superam o PIB de quatro municípios juntos: Cutias, Itaubal, Serra do Navio e Pracuúba, que somados, movimentaram R$ 260,2 milhões.
PIB dos 16 municípios do Amapá (2016)
Macapá – R$ 9,2 bilhões
Santana – R$ 1,8 bilhão
Laranjal do Jari – R$ 780 milhões
Oiapoque – R$ 353 milhões
Ferreira Gomes – R$ 348 milhões
Porto Grande – R$ 315 milhões
Mega-Sena deste sábado: R$ 275 milhões
Mazagão – R$ 231,8 milhões
Tartarugalzinho – R$ 188,1 milhões
Vitória do Jari – R$ 183,1 milhões
Calçoene – R$ 146,9 milhões
Amapá – R$ 143,5 milhões
Cutias – R$ 69,7 milhões
Itaubal – R$ 65,02 milhões
Serra do Navio – R$ 64,6 milhões
Pracuúba – R$ 61,5 milhões
O maior prêmio da Mega-Sena nos concursos regulares, se aplicado na poupança, rende mais de R$ 1 milhão por mês. O valor total do prêmio supera toda a folha de pagamento mensal do Governo do Amapá e da Prefeitura de Macapá, que juntos pagam cerca de R$ 220 milhões.
Em comparação com obras no estado, o valor a ser sorteado seria suficiente para construir um novo Hospital Universitário, semelhante ao de Macapá, além de outro aeroporto, ou também 4 pontes iguais a Binacional, na divisa do Amapá com a Guiana Francesa.
Movimento nas lotéricas do Amapá na expectativa do sorteio
Victor Vidigal/G1
Amapá ‘sem sorte’
Em 2.150 concursos, o Amapá foi o único entre os 27 estados onde nenhum apostador acertou as seis dezenas desde o início da Mega-Sena, em 1993. Desde 2013, além do estado, Piauí, Rondônia e Tocantins também não tiveram contemplados no prêmio principal.
Para os amapaenses, a baixa população e o número reduzido de apostas em relação a estados grandes pode ser um dos motivos para não haver milionários da Mega.
“Acho falta de sorte mesmo, mas por aqui é raro acertar, mas depende muito da quantia de apostadores. Vim fazer hoje 14 jogos, todos de seis números. Eu aposto datas, aniversários, anos. Estou desde janeiro apostando”, contou Giovanni Silva, dono de mercantil.
A expectativa de levar um prêmio alto motiva muitos jogadores que desde a véspera do sorteio estão lotando as lotéricas.
“Não tô muito confiante, mas tem que apostar. Nunca ganhei nada, mas estou tentando. Se ganhar vou realizar meus sonhos de viajar, comprar, casa, carro, essas coisas”, disse Denner Tavares, fisioterapeuta.
Fisioterapeuta Denner Tavares planeja realizar sonhos com ‘bolada’
Victor Vidigal/G1
Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.