Vale a pena ir atrás do single em que Zé Ibarra regrava música de Guilherme Lamounier


Zé Ibarra na capa do single ‘Vai atrás da vida que ela te espera’
Divulgação
♪ Revelado em 2014 como vocalista, pianista e compositor (em parceria com Tom Veloso) da banda carioca Dônica, Zé Ibarra vem se revelando um cantor de sensibilidade e personalidade fortes – a ponto de ter encantado o público que assistiu ao show Clube da Esquina (2019) de Milton Nascimento.
Para quem (ainda) não liga o nome à voz, o carioca Zé Ibarra era o cantor que, evocando a presença de Lô Borges no álbum Clube da Esquina (1972), interpretava com Milton as músicas Paisagem da janela (Lô Borges e Fernando Brant, 1972) e O trem azul (Lô Borges e Ronaldo Bastos, 1972), além de solar San Vicente (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1972) em número de grande encantamento no roteiro do show, cuja banda arregimentada por Milton incluía Ibarra ao violão.
Um ano após a aplaudida participação no show de Milton Nascimento, cuja obra foi uma das principais referências da banda Dônica na construção de som também influenciado pelo rock progressivo, Zé Ibarra reitera a força da personalidade como intérprete ao regravar música do cantor e compositor carioca Guilherme Lamounier (25 de novembro de 1950 – 7 de agosto de 2018) no quinto título da série Vale a pena gravar de novo, criada pelo produtor Leonardo Rivera para a gravadora Astronauta Discos com o intuito de reapresentar músicas antigas em outras vozes e leituras.
Ibarra recria Vai atrás da vida que ela te espera – música apresentada por Lamounier em compacto simples editado em 1974 pela gravadora Continental – em single programado para chegar ao mercado fonográfico em 4 de setembro com distribuição da Universal Music.
Recorrendo ao elogiado falsete em determinada passagem da gravação de quatro minutos e 34 segundos, Ibarra canta música que dialoga com o primeiro sucesso de Lamounier, Será que eu pus um grilo na sua cabeça? (1973), parceria do compositor com Tibério Gaspar (1943 – 2017).
“Sai, sai, sai / Desse grilo brabo que te desespera / Vai, vai, vai / Vai atrás da vida que ela te espera”, reitera Zé Ibarra em versos da música de 1974 na gravação feita no formato de voz & violão, em setembro de 2019, no estúdio da Warner Chappell Brasil na cidade do Rio de Janeiro (RJ).
Com arranjo do próprio Ibarra, o single Vai atrás da vida que ela te espera foi mixado por Cézar Delano na sequência da gravação. Já a masterização foi feita por Leonardo Rivera em julho deste ano de 2020 no estúdio carioca AstroBoy.
Quando 4 de setembro chegar, vale a pena ir atrás do single em que Zé Ibarra regrava a música de Guilherme Lamounier.
Capa do single ‘Vai atrás da vida que ela te espera’, de Zé Ibarra
Divulgação
♪ Com nome assumidamente inspirado no título da atração Vale a pena ver de novo, criada pela TV Globo em 1980 para reprisar novelas antigas no horário da tarde, a série Vale a pena gravar de novo foi iniciada em novembro de 2019 com single em que Chico Chico cantou Maria Bethânia (Caetano Veloso, 1971).
A série teve continuidade em 3 de julho de 2020 com o single que apresentou a regravação de Não vou me adaptar (Arnaldo Antunes, 1985) pela banda mineira Senhor Kalota.
Na sequência, em 10 de julho, foi lançado o single com o registro de Por quem os sinos dobram (Raul Seixas e Oscar Rasmussen, 1979) pelo cantor fluminense Paul Rock.
Um mês depois, em 7 de agosto, a banda Senhor Kalota marcou novamente presença na série com regravação de Nos bailes da vida (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1981).