Unicamp define regras para volta de estudantes com permissão de atividades práticas presenciais em outubro


Resolução foi publicada nesta quarta-feira (6) e trata também dos prazos para comprovação de vacina contra Covid-19 e exame de diagnóstico do coronavírus. Medida abrange colégios técnicos. Vista aérea do campus da Unicamp, em Campinas (SP)
Reprodução/EPTV
A Unicamp definiu regras para o retorno de estudantes da graduação, pós-graduação, extensão e dos colégios técnicos em atividades práticas presenciais. As medidas foram publicadas em resolução nesta quarta-feira (6) e começam a valer ainda neste mês de outubro. Testagem e imunização completa contra a Covid-19 são obrigatórias – confira os detalhes ponto a ponto abaixo.
A retomada presencial dos alunos é facultativa e abrange também o período de cursos de verão.
“O retorno presencial dos alunos não será obrigatório e poderá ocorrer através de atividades educacionais opcionais, como resolução de exercícios e demonstrações práticas, mediante escala em rodízio, a ser autorizada pelo dirigente do Instituto, Faculdade e Colégio Técnico”, diz a resolução GR 63/2021.
Os cursos voltados para a área da saúde já haviam permitido o retorno ao longo da pandemia, portanto a resolução trata de outros cursos, mas não exibe uma lista. Nesta quinta-feira (7), o g1 questionou a universidade sobre quais são eles e aguarda um retorno.
Veja a resolução completa para estudantes
Já as disciplinas teóricas e as avaliações dos alunos podem seguir em formato remoto até o fim deste ano e, também, durante o período das disciplinas de verão de 2022. Casos especiais relacionados a questões de infraestrutura do ambiente acadêmico serão analisados pontualmente.
Há alguns dias, a Unicamp também publicou os termos da retomada dos servidores, com todas as exigências que devem ser cumpridas, medidas sanitárias e penalidades para quem se recusar, por exemplo, a tomar a vacina.
Servidores da Unicamp têm 5 dias para comprovar vacinação; não vacinados podem ter salário suspenso
Unicamp vai aplicar teste Covid-19 a todos na retomada presencial e planeja gasto de R$ 90 milhões com adequações
Vacina contra Covid-19 e testagem
A exigência do cumprimento de regras para o retorno presencial vale para todos os campi da Unicamp e visa minimizar a transmissão e disseminação do coronavírus, informou a instituição.
Confira abaixo alguns pontos:
Regras valem para alunos de graduação, pós-graduação, extensão e de colégios técnicos.
Devem estar totalmente imunizados para retornar, considerando 14 dias após a segunda dose ou a dose única.
Estudantes devem comprovar a imunização junto à Unicamp para frequentar os campi – restaurante, bibliotecas, ambientes acadêmicos e demais atividades presenciais.
Dados dos alunos sobre a vacina devem ser inseridos no sistema e-DAC, e posteriormente serão fornecidos aos coordenadores dos cursos.
Teste RT-PCR será aplicado pelo Cecom da Unicamp a todos os estudantes que optarem pelo retorno com 72 horas de antecedência da retomada.
Estudantes de outros estados do Brasil e de outros países devem apresentar resultado negativo de teste RT-PCR para coronavírus, realizado até 72 horas antes do início das atividades nos campi.
Estes estudantes serão monitorados quanto aos sintomas respiratórios por duas semanas pelo Cecom.
“Os institutos ou faculdades deverão informar ao Comitê de Retomada com antecedência mínima de 7 dias a relação nominal e por Registro Acadêmico (RA) de todos os alunos que frequentarão os campi e que farão a realização da testagem para SARS-CoV-2 por RT-PCR pelo Cecom [Centro de Saúde da Comunidade]”, ressalta a resolução.
Vacinação de estudantes e funcionários da Unicamp contra Covid-19 dentro da universidade em Campinas
Antonio Scarpinetti/SEC/Unicamp
Prevenção no presencial
A Unicamp determina uso obrigatório de máscara durante o período de permanência nas dependências da instituição; distanciamento social de, pelo menos, 1,5 metro entre as pessoas; e higiene frequente das mãos. Aglomerações estão proibidas.
“Caberá à Secretaria de Vivência nos Campi (SVC) e à Secretaria de Administração Regional (SAR), nos campi de Piracicaba e Limeira, fiscalizar a utilização de máscaras nos espaços abertos públicos da Unicamp e proceder à orientação quanto à sua utilização”, destaca o documento.
“Em caso de resistência à utilização da máscara, ou de ocorrência de aglomerações, a SVC e a SAR registrarão os fatos, para posterior adoção de providências”, completa a resolução.
Alunas gestantes devem permanecer afastadas das atividades presenciais de estudo e pesquisa.
O restaurante vai abrir para entrega de refeições à área de saúde, aos estudantes bolsistas e aos alunos em atividade presencial. Haverá uma relação nominal dos institutos e faculdades entregue com antecedência mínima de 20 dias ao Comitê de Retomada da Unicamp. Os horários de funcionamento do restaurante são: das 10h30 às 14h, para almoço, e 17h30 às 19h, para jantar.
A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) adota protocolos rígidos na pandemia da Covid-19
Neldo Cantanti/Unicamp
VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no g1 Campinas