Unicamp anuncia suspensão das atividades por conta do coronavírus


Universidade Estadual de Campinas informou nesta quinta-feira (12) que a medida vale de 13 a 29 de março. Atividades essenciais serão mantidas. MEC não tem conhecimento de nenhuma outra suspensão em universidades no Brasil. Unicamp suspende as atividades por conta do coronavírus.
Antoninho Perri/Ascom/Unicamp
A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) anunciou, nesta quinta-feira (12), a suspensão das atividades por conta da pandemia de coronavírus. Segundo nota da reitoria, a medida vale de 13 a 29 de março e inclui os campi de Campinas (SP) e Limeira (SP). Somente serviços essenciais serão mantidos.
Ao G1, o Ministério da Educação (MEC) informou que não tem notícia de nenhuma outra universidade, pública ou privada, com atividades suspensas por conta do Covid-19. Nesta quarta (11), inclusive, publicou no seu portal uma orientação a respeito:
“O Ministério da Educação (MEC) informa que tem orientado às instituições de ensino o reforço nas ações preventivas contra o coronavírus, seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde. Neste momento, não há recomendação para suspensão de aulas.”
Só no campus de Campinas, 50 mil pessoas circulam pela universidade todos os dias. As aulas do ano letivo já começaram.
Coronavírus: veja 40 perguntas e respostas
As atividades que permanecerão em funcionamento na Unicamp ainda não foram definidas pela instituição, o que será feito por um comitê de crise criado pela reitoria.
“Cada órgão da Administração Central deverá definir e submeter seu plano de contingência ao comitê de crise ainda nesta quinta-feira (12). A Área da Saúde divulgará comunicado específico sobre quais atividades serão suspensas e quais serão mantidas no período”, diz a nota.
Estão suspensas também todas as viagens de docentes e funcionários da universidade, assim como o recebimento de visitantes.
Dicas de prevenção contra o coronavírus
Arte/G1
Veja mais notícias da região no G1 Campinas