Unicamp 2021: comissão divulga locais de prova da 2ª fase do vestibular nesta sexta-feira


Universidade convocou 15,4 mil candidatos e provas estão marcadas para os dias 8 e 9 de fevereiro, em 22 cidades. Instituição oferece 3.237 vagas em 69 cursos; veja calendário. Estudantes durante 1ª fase do vestibular 2021 da Unicamp 2021
Bárbara Brambila/G1
A comissão que organiza o vestibular da Unicamp (Comvest) divulga nesta sexta-feira (29) os locais onde serão aplicadas as provas da 2ª fase processo seletivo, marcadas para 8 e 9 de fevereiro. Ao todo, foram convocados 15.470 candidatos e a universidade oferece 3.237 vagas em 69 cursos.
As avaliações serão em 17 cidades de São Paulo e mais cinco capitais de outros estados. A relação de endereços será publicada no site institucional; veja abaixo calendário e detalhes.
São Paulo
Bauru, Campinas, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.
Segundo o diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, somente Campinas e São Paulo têm, cada uma, mais de 1 mil candidatos convocados para esta fase. Com isso, estudantes que fizeram as provas da 1ª fase em municípios mais próximos destas duas cidades foram remanejados.
Outros estados
Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e Salvador (BA).
Início adiado
Em 21 de janeiro, a Unicamp decidiu adiar em um dia a data de início das provas da 2ª fase do vestibular. A mudança, diz a Comvest, ocorreu após ser considerada a hipótese de candidatos também inscritos na modalidade digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para o dia 7, e para evitar possíveis aglomerações decorrentes da maior circulação de estudantes.
As provas
Cada prova da 2ª fase dura cinco horas e reúne questões dissertativas: uma parte comum para todos os candidatos e outra diversificada, de acordo com a área de conhecimento do curso escolhido em 1ª opção – ciências biológicas/saúde, ciências exatas/tecnológicas ou ciências humanas/artes.
Cada pergunta tem dois itens, sendo que cada um vale 2 pontos. A ordem das provas será:
Primeiro dia – 8 de fevereiro
redação (composta por duas propostas de textos para que o candidato escolha uma);
língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa, com 8 questões;
interdisciplinares em língua Inglesa, com 2 questões;
Segundo dia – 9 de fevereiro
provas comuns a todos os candidatos:
matemática, com 6 questões;
interdisciplinar de ciências humanas, com 2 questões;
interdisciplinar de ciências da natureza, com 2 questões;
provas de conhecimentos específicos, conforme a opção de curso:
área de ciências biológicas/saúde: 6 de biologia e 6 de química;
área de ciências exatas/tecnológicas: 6 de física e 6 de química;
área de ciências humanas/artes: 6 de geografia e 6 de história, incluindo filosofia e sociologia;
A divulgação da primeira chamada de candidatos aprovados está marcada para 10 de março.
1ª fase
A Unicamp encerrou a 1ª fase do vestibular 2021 no dia 7 de janeiro com aumento de 66,6% na abstenção, no comparativo com o processo seletivo do ano anterior.
No primeiro dia foram avaliados 28,7 mil candidatos que disputam vagas em cursos das áreas de ciências exatas/tecnológicas e ciências humanas/artes, enquanto que no segundo dia as avaliações ocorreram para 38,1 mil que buscam oportunidades nas áreas de ciências biológicas e da saúde.
Biológicas e saúde: prova reúne eleições nos EUA, gênero neutro, Covid e feminismo negro
Exatas e humanas: exame tem pandemia, racismo nos EUA, queimadas e meme
Veja como foi a cobertura em tempo real
Comissão divulga gabaritos oficiais de provas da 1ª fase a partir desta sexta-feira
O total de inscritos foi de 77,6 mil, incluindo recorde de estudantes oriundos da rede pública.
Cursos mais disputados
Neste ano, os dez cursos mais procurados pelos candidatos são: medicina, arquitetura e urbanismo; ciências biológicas; comunicação social-midialogia; ciência da computação; engenharia da computação; farmácia; história; ciências econômicas e enfermagem.
O total de vagas nesta edição inclui as 639 oportunidades que estavam previstas inicialmente no edital Enem-Unicamp, que deixou de ser oferecido para ingresso no próximo ano por causa do “calendário incompatível” com o cronograma definido pelo Ministério da Educação (MEC).
Calendário Vestibular Unicamp 2021
2ª fase: 8 e 9 de fevereiro
Provas de habilidades específicas (exceto música): 11 e 12 de fevereiro
Divulgação da primeira chamada: 10 de março
Comissão de averiguação virtual dos convocados cotas étnico-raciais da primeira chamada/Solicitação e divulgação do resultado de recurso dos convocados em primeira chamada de cotas étnico-raciais: 11 de março
Matrícula presencial da primeira chamada, nas unidades de ensino: 15 de março
Início das aulas: 15 de março
Confira calendário completo
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.