UFSJ recebe R$ 55 milhões em recursos do Governo de Minas


Segundo a instituição, recursos serão investidos em obras de infraestrutura, melhorias nos laboratórios, manutenção e aquisição de equipamentos. Imagem de arquivo mostra o campus Santo Antônio em São João del Rei da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ)
UFSJ/Divulgação
A Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) irá receber, por parte do Governo de Minas, R$ 55 milhões. Segundo a instituição, os recursos serão investidos em obras de infraestrutura nos campi de São João del Rei e de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, e também em melhorias nos laboratórios de ensino e pesquisa, assim como na manutenção e aquisição de equipamentos específicos.
“Por enquanto, vai depender da maneira com que o governo do Estado for liberando o financiamento dos projetos apresentados pela Universidade”, explicou a assessoria da instituição.
O anúncio da contemplação foi feito na última segunda-feira (4) pelo secretário de Governo, Igor Mascarenhas Eto, ao reitor Marcelo Andrade e à vice-reitora Rosy Maciel Ribeiro. Na reunião para a liberação dos recursos, que ocorreu em Belo Horizonte, estiveram presentes também os deputados federal, Marcelo Aro (PP), e estadual, Zé Guilherme (PRP), que, junto com o deputado federal Frederico Escaleira (Patriota), realizaram gestões para que o dinheiro fosse liberado pelo Estado.
“Trata-se de um reconhecimento ao imenso valor que a Universidade Federal de São João del Rei tem para a nossa comunidade. Um centro de excelência sempre pronto a responder aos anseios da sociedade e a contribuir para o desenvolvimento de Minas e do Brasil”, ressaltou o deputado Zé Guilherme.
Liberação de recursos
Conforme divulgado, os recursos serão direcionados a projetos elaborados por diversos setores da UFSJ, administrativos e acadêmicos, em julho deste ano.
A seleção dos projetos foi feita pelo Governo de Minas e a relação dos contemplados deve ser divulgada nas próximas semanas. Ao todo, a UFSJ enviou para análise 174 projetos.
Os recursos liberados na última segunda dizem respeito às propostas contempladas na 1ª fase, entretanto, pode ser que o recurso de R$ 55 milhões, liberado inicialmente, aumente, visto que outros projetos seguem em análise.
De acordo com o reitor Marcelo Andrade, muitas obras e projetos poderão ser realizado com os recursos.
“Desde que assumimos a gestão, em maio de 2020, temos enfrentado desafios diários. Além da pandemia, nosso orçamento este ano foi reduzido em R$ 10 milhões em relação ao de 2020. Todos sabem que estamos administrando muita dificuldade e esses recursos chegam para ajudar em diversos setores. A UFSJ agradece a todos que se empenharam na elaboração dos projetos e também àqueles que têm lutado cotidianamente conosco em busca de uma Universidade cada vez melhor”, acentuou.
A vice-reitora, Rosy Maciel Ribeiro, que coordenou junto aos setores o envio dos projetos, vai administrar a próxima fase junto ao Governo de Minas.
“Em julho, trabalhamos dia e noite para elaborarmos os projetos e coordenarmos todo o envio, analisando cada detalhe. Estamos felizes com a conquista e certos de que nossa gestão tem tido o retorno de um trabalho sério, bem feito e comprometido com a missão pública que nos norteia”, finalizou.
VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes