UEMG condiciona retorno presencial à vacinação de comunidade acadêmica


Segundo a universidade, ainda não há data prevista para retomada, mas discussões sobre o retorno deverão ocorrer no início do segundo semestre letivo, em setembro deste ano. UEMG Divinópolis. Presente em 16 cidades mineiras, a universidade deverá observar as orientações de cada município para retomada presencial.
Uemg/Divulgação
A Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) está condicionando a retomada presencial das aulas à vacinação de toda a comunidade acadêmica, o que inclui servidores técnicos-administrativos, professores e estudantes.
A universidade informou que ainda não há data prevista para isso acontecer, mas que a Comissão de Acompanhamento da Covid-19 da instituição discute regularmente as condições de retorno.
Segundo a instituição, a Comissão deverá elaborar um plano com as fases do retorno presencial, observado o plano de imunização de toda a comunidade, e o debate sobre a volta deverá ser retomado em setembro deste ano, com o início do segundo semestre letivo.
Além disso, como a universidade tem unidades em 16 cidades mineiras, deverá considerar as orientações de cada município, além dos protocolos de biossegurança do Minas Consciente.
Atualmente, a UEMG já possui aulas práticas presenciais em cursos da área da saúde, possibilitadas pela imunização de estudantes e professores. Segundo a instituição, a comunidade acadêmica conta com cerca de 26 mil pessoas, destes, 24 mil são alunos.
* Sob supervisão de Patrícia Fiúza
Vídeos mais assistidos do G1 Minas: