Trump pede reabertura de escolas nos EUA


Republicano criticou ensino a distância e estabeleceu recomendações para reabertura, como o uso de máscaras. Donald Trump, presidente dos EUA, apresenta diretrizes para reabertura de escolas nesta quarta (12)
Kevin Lamarque/Reuters
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a pedir nesta quarta-feira (12) a reabertura de escolas em todo o país, fechadas por causa da pandemia do novo coronavírus. Para o republicano, as instituições são seguras e “a aprendizagem por um laptop não é boa”.
Durante entrevista coletiva, Trump apontou oito recomendações para as escolas reabrirem:
Assegurar que todos os estudantes, professores e funcionários conheçam os sintomas da Covid-19
Pedir a todos na escola que monitorem sua saúde a cada manhã, antes de ir a escola
Encorajar a higiene frequente das mãos
Evitar grandes aglomerações em espaços fechados
Manter padrões de higiene e ventilação nas salas de aula, com janelas abertas quando possível
Pedir o distanciamento social, principalmente de pessoas com maior risco
Encorajar o uso de máscaras quando não for possível o isolamento
Colar instruções pela escola sobre higiene e distanciamento
Trump disse que a idade média das mais de 160 mil vítimas da Covid-19 é de 78 anos e justificou a reabertura pelo baixo índice de casos graves em crianças e adolescentes — algo criticado pela comunidade científica, sobretudo pelo risco de transmissão dos mais jovens para os mais velhos.
“As consequências [da doença] para os jovens americanos sem pré-condições existentes é bem diferente. Eles devem esperar sintomas leves a moderados, e até sem sintomas, porque têm sistema imune bem forte”, disse.
Reportagem em atualização