Trump diz que negociações comerciais com a China vão continuar


Presidente dos EUA disse que tarifas podem ou não ser removidas, dependendo do resultado das negociações. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (10) que as negociações comerciais entre Estados Unidos e China continuarão no futuro e que as tarifas dos EUA podem ou não ser removidas, dependendo do resultado das negociações.
O presidente dos EUA, Donald Trump
Jonathan Ernst/Reuters
A mensagem de Trump, publicada no Twitter, enviou um sinal para os mercados financeiros de que, apesar de um revés significativo entre os dois lados na última semana, as negociações em Washington na quinta e nesta sexta-feira não resultaram em colapso total.
“Ao longo dos últimos dois dias, os Estados Unidos e a China mantiveram conversas francas e construtivas sobre o status das relações comerciais entre os dois países”, disse Trump no Twitter, elogiando sua relação com o presidente chinês, Xi Jinping, e dizendo que as negociações continuariam.
“Enquanto isso, os Estados Unidos impuseram tarifas à China, que podem ou não ser removidas dependendo do que acontecer com relação a futuras negociações!” acrescentou o presidente norte-americano.
Initial plugin text
Novas tarifas
Nesta sexta, os Estados Unidos impuseram uma elevação nas tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos importados chineses.
À 0h01 (horário local da Costa Leste dos EUA, 1h01 de Brasília) entrou em vigor o aumento para 25%, contra 10% de antes, nas tarifas a mais de 5 mil categorias de produtos chineses, conforme já havia sido anunciado no último domingo (5) pelo presidente americano.
EUA impõem novas tarifas sobre produtos chineses