Toyota anuncia fim do terceiro turno e demissões em Sorocaba e Porto Feliz


Unidades eram responsáveis por produzirem motores e os modelos Etios e Yaris. Empresa afirmou que o motivo é a queda das exportações. Toyota em Sorocaba (SP) fabrica o Etios
Divulgação
A Toyota demitiu 340 funcionários nesta semana e irá encerrar o terceiro turno no dia 5 de agosto nas unidades de Sorocaba (SP) e Porto Feliz (SP). As unidades instaladas nas duas cidades são responsáveis por produzirem os modelos Etios e Yaris, além de motores.
Por conta da demanda e alta no mercado, a contratação dos funcionários foi realizada em novembro de 2018. Na ocasião, segundo a multinacional, foram admitidos 130 trabalhadores em Porto Feliz e 740 em Sorocaba.
Em comunicado, a empresa afirmou ao G1 que o motivo é a queda das exportações. A medida havia sido anunciada em maio deste ano.
“Essa redução aconteceu de duas formas: PDV (contratos efetivos) e não renovação de parte de contratos temporários ligados ao terceiro turno (finalizados em 17 de junho), totalizando 340 postos.”
Ainda de acordo com a Toyota, também não serão renovados os contratos de 400 funcionários em Sorocaba e 100 na unidade de Porto Feliz. Os contratos eram renováveis a cada seis meses.
A montadora afirma que todas as pessoas envolvidas ao terceiro turno terão o suporte.
O Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) disse que tentou negociar há pouco mais de um mês uma alteração no calendário, com a aprovação dos trabalhadores da Toyota, com o objetivo de salvar postos.
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí