Toni Costa e João Fernando, músico do grupo Casuarina, estreiam em duo com single instrumental


O tema ‘Catolé em Quixeramobim’ apresenta composição de autoria dos dois artistas. ♪ Foram tantas as conexões musicais entre João Fernando e Toni Costa desde 2009 – ano em que se juntaram pela primeira vez para cair no samba Rosa morena (Dorival Caymmi, 1942) em gravação feita pelo grupo Casuarina (de João) com a participação do trio Moinho (de Toni) – que chega a ser estranho que somente onze anos depois, em 2021, os músicos e compositores debutam formalmente em duo no mercado fonográfico.
A estreia em disco acontece nesta sexta-feira, 28 de maio, com a edição do single Catolé em Quixeramobim. Tema instrumental composto pelo duo, com evocação da pisada do baião, Catolé em Quixeramobim ganhou forma em estúdio em gravação feita com arranjo e produção musical de João Fernando.
O single aporta nos players digitais com capa criada por Locca Faria, que fotografou os bonecos em miniatura de Lulu Lacerda e Demóstenes Fidelis.
Capa do single ‘Catolé em Quixeramobim’, de Toni Costa e João Fernando
Locca Faria
A estética nordestina da capa está em sintonia com o tom de Catolé em Quixeramobim, composição gravada com alternância de climas em fonograma que concilia guitarras (a de Toni Costa e a do músico convidado Diogo Viola), bandolim (tocado por João Fernando) e sutis efeitos eletrônicos.
Toni Costa também toca violões de aço e nylon no single mixado e masterizado por Leo Moreira Shogun. Já João Fernando assina as programações de percussão e toca baixo.
“A levada do violão que fiz já tem toda a música sintetizada. Só criei algumas melodias, fiz uma segunda parte e mandei pro João, que produziu com muita eficiência”, avaliza Toni Costa, cujo recente álbum Berçário de estrelas (2016) teve duas faixas formatadas com produção musical de João Fernando.
“O Toni me mandou a música praticamente pronta, com vários tracks de guitarra e violão. Todas as ideias já estavam ali. O que fiz foi organizar tudo, criar e gravar as bases e o bandolim”, corrobora João.
A gravação do single Catolé em Quixeramobim foi produzida à distância.