Tom Zé toma 1ª dose da vacina da AstraZeneca contra Covid em SP


Cantor se vacinou no drive-thru do Estádio do Pacaembu no domingo após passar o sábado na fila e não conseguir se imunizar. Nas redes sociais, músico defendeu vacinação da população. Tom Zé divulga que já tomou as doses da vacina contra o coronavírus
Reprodução/TV Globo
O cantor e compositor Tom Zé, de 84 anos, anunciou nesta quarta-feira (3) que tomou a primeira dose da vacina AstraZenenca contra o coronavírus.
Em postagem nas redes sociais, o músico disse que tomou o imunizante no domingo passado, 28 de fevereiro, no estádio do Pacaembu, na Zona Sul de São Paulo, onde havia sido instalado um drive-thru de vacinação contra a doença para idosos com idades de 80 a 85 anos. A segunda dose da vacina para Tom Zé está marcada para 28 de maio, disse o cantor.
Na postagem, Tom Zé incentivou a vacinação, afirmando que está sendo importante para vencer a doença “a resposta da população”, que se “agiganta” e “compareceu em massa” aos postos na capital paulista.
“Pessoal, domingo, dia 28, tomei a vacina AstraZeneca, 2ª dose marcada para 28 de maio. A resposta da população, comparecendo em massa, foi importante. O Pacaembu virou quadro de Bosh, sábado não conseguimos nos vacinar, até para voltar para casa foi difícil. Grandeza, tamanho, grandiosidade, tudo se agiganta nesta cidade quando a resposta é forte assim, escreveu o músico.
Segundo Tom Zé, no domingo (28), ele foi de madrugada ainda para a fila do Pacaembu, de carro, e conseguiu tomar a vacina.
“Mas, meninxs, civismo se pratica também assim. Vamos nos vacinar, na juventude de nossos 16 ou 96, 106 anos. Opção pela saúde, vamos?”, defendeu o cantor.
Durante o isolamento social, em 2020, Tom Zé participou de um álbum do produtor e líder da banda Machete Bomb, Madu Madureira, com sambas.
Tom Zé
André Conti / Divulgação