‘Terra nostra’ chega ao Globoplay mostrando cultura italiana e romance entre imigrantes


Novela de Benedito Ruy Barbosa falou sobre a adaptação cultural dos italianos, os trabalhos nas fazendas de café e encantou com o amor de Thiago Lacerda e Ana Paula Arósio; relembre a trama e veja curiosidades e fotos. Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda em ‘Terra Nostra’
R Marques/Globo
“Terra nostra” mostrou ao Brasil a imigração italiana no país e uma história de amor e desencontro entre os personagens de Thiago Lacerda e Ana Paula Arósio nos anos 1999 e 2000.
20 anos depois, a novela de Benedito Ruy Barbosa chega ao Globoplay nesta segunda (9) com Raul Cortez, Maria Fernanda Cândido, Antônio Fagundes e Débora Duarte no elenco. Para ajudar a relembrar a história, o G1 publica curiosidades, com dados do Memória Globo.
Terra Nostra: Matteo e Giuliana se conhecem
A trama
Em 1894, centenas de camponeses deixaram Gênova, na Itália, rumo a São Paulo, fugindo da crise econômica. A bordo do navio, Giuliana (Ana Paula Arósio) conhece Matteo (Thiago Lacerda), os dois se apaixonam e a moça engravida. Mas o casal se perde no desembarque no Brasil e segue destinos diferentes.
Giuliana é acolhida por um amigo de seu pai, Francesco Maglianno (Raul Cortez) e desperta o amor de seu filho, Marco Antônio (Marcello Antony). E Matteo arranja emprego na colheita de café da fazenda do coronel Gumercindo Aranha (Antonio Fagundes) e passa a liderar reivindicações por melhores condições de trabalho.
‘Amore mio’
Outra história de amor que cativou o país foi entre Francesco (Raul Cortez) e Paola (Maria Fernanda Cândido). Decepcionado com as maldades da esposa, Janete (Ângela Vieira), Francesco se apaixona por Paola. O jeito como ele a chamava, “Amore mio”, ficou popular no Brasil.
Terra Nostra: Francesco e Paola tomam banho de banheira
Ao Memória Globo, Cortez comentou a química entre os personagens: “Eu vi uma mulher fantástica que estava no elenco, mas eu ainda não a conhecia. Tinha uma cena no banco, na minha agência, onde ela ia abrir a conta. E eu pensei: ‘Quando essa moça entrar aqui, eu quero ver o que vai acontecer com essa técnica toda’. E quando ela apareceu, literalmente, a técnica toda parou.”
“Eu comecei a contracenar com ela e não sei o que aconteceu entre nós dois, porque foi uma coisa absolutamente muito forte. Afinal de contas, a diferença de idade para ela era enorme. Mas naquele momento, ficou tão forte que o Benedito começou a escrever um envolvimento amoroso entre nós dois.”
Veja curiosidades e bastidores de ‘Terra nostra’
Uma das maiores dificuldades para a produção foi conseguir uma embarcação para filmar os primeiros capítulos. O escolhido foi o S.S. Shieldhall, vapor construído em 1940 no sul da Inglaterra. Os atores gravaram na cidade de Southampton, de onde saiu o Titanic em 1912.
Antonio Fagundes disse que perdeu muitos fios de cabelo durante a novela por causa da rotina de composição visual. Ele pintava o cabelo de preto com rímel todos os dias durante uma hora e meia.
Quando terminou a novela “Os imigrantes”, em 1981, Benedito Ruy Barbosa recebeu milhares de cartas de telespectadores comovidos. Nelas, as pessoas contavam histórias de imigrantes de várias nacionalidades no Brasil e foi assim que surgiu a ideia de “Terra Nostra”.
Maria Fernanda Cândido estreou como atriz nesta novela e foi eleita pelo público como “a mulher mais bonita do século”.
O galã Nicolas Prattes também iniciou a carreira em “Terra nostra: ele tinha três anos e interpretou Francesquinho, filho de Giuliana.
Os lenços da Giuliana e os bonés do Matteo viraram moda.
Veja fotos e vídeos
Antonio Calloni e Lu Grimaldi em ‘Terra Nostra’
R. Marques/Globo
Claudia Raia, João Marcos e Ana Paula Arósio em ‘Terra Nostra’
Jorge Baumann/Globo
Raul Cortez, Ângela Vieira e Marcello Anthony em ‘Terra Nostra’
Jorge Baumann/Globo
Maria Fernanda Cândido e Raul Cortez em ‘Terra Nostra’
Jorge Baumann/Globo
Débora Duarte e Antonio Fagundes em ‘Terra Nostra’
Jorge Baumann/Globo
Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda em ‘Terra Nostra’
R. Marques/Globo
Antônio Fagundes em Terra Nostra
TV Globo