Terceira nuvem de gafanhotos é localizada na Argentina


País sofre com a presença de duas ondas de insetos, uma delas está a pouco mais de 110 km do Rio Grande do Sul. Outra nuvem está no Paraguai próxima do território argentino. 2 de julho – Governo da Argentina monitora gafanhotos em fazendas do país
Senasa/Divulgação
O governo da Argentina anunciou na tarde desta terça-feira (21) que localizou uma terceira nuvem de gafanhotos. A onda de insetos foi localizada na região de Formosa, próxima ao Paraguai.
Initial plugin text
Ainda não se tem muitas informações desta terceira nuvem, o que se sabe é que também veio do Paraguai. Segundo o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) do país, é a segunda nuvem a entrar no país.
A segunda nuvem de gafanhotos se encontra na região sul do Chaco, numa região que compreende Paraguai, Argentina e Bolívia. A estimativa de técnicos é que os insetos também entrem na Argentina.
Já o primeiro grupo de insetos identificado no país está localizado na região de Entre Ríos, a cerca de 110 km do Rio Grande do Sul. O governo brasileiro monitora a situação desta nuvem e se diz preparado para fazer o controle dos insetos, se necessário.
Este texto está em atualização.
Initial plugin text