Teago Oliveira preserva o sabor de juventude no fluxo da inédita canção ‘Nada se repete’


Artista lança o primeiro single inédito e autoral desde o álbum solo ‘Boa sorte’, apresentado há dois anos. Capa do single ‘Nada se repete’, de Teago Oliveira
Nadja Kouchi com Arte de Azevedo Lobo
Resenha de single
Título: Nada se repete
Artista: Teago Oliveira
Composição: Teago Oliveira
Edição: Deck
Cotação: * * * *
♪ “Quando a gente alma / Alguém / E vive a vida junto / Ela não volta mais atrás / Amores vêm, amores vão / E nada se repete mais / […] / Pessoas vêm, pessoas vão / E nada se repete mais / Os tempos vêm, os tempos vão”, enfatiza Teago Oliveira na letra quase mântrica de Nada se repete.
Canção lançada pelo artista baiano em single que aportou nos aplicativos de música nesta sexta-feira, 21 de maio, Nada se repete dá continuidade à discografia solo autoral do vocalista da banda Maglore dois anos após a edição do álbum solo Boa sorte (2019).
Composta durante a pandemia, Nada se repete se desenrola como novelo que enreda o ouvinte em um tempo de delicadeza – enfatizada pelos toques de piano, percussão, ukulele, violão e synth pilotados pelo próprio Teago Oliveira – ao longo dos quase quatro minutos e meio da gravação também formatada com a guitarra, a percussão e o vocal de Lucas Gonçalves, parceiro de Teago na confecção do single editado pela gravadora Deck com capa que expõe foto de Nadja Kouchi enquadrada na arte de Azevedo Lobo.
Lucas Gonçalves assina com Teago Oliveira a produção musical e e a engenharia de som do fonograma mixado pelo próprio Teago e masterizado por Fábio Roberto no estúdio Tambor, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).
Ao versar sobre o curso ininterrupto da vida, Teago Oliveira apresenta música que aparenta simplicidade – e, sim, há em Nada se repete alguma dose de simplicidade das boas canções – que se harmoniza com o apuro do arranjo.
Mesmo sem girar a roda da invenção, a canção Nada se repete insinua que Teago Oliveira já está pronto para lançar o segundo álbum solo, inclusive por preservar, no fluxo desse ótimo single, o “sabor de juventude” mencionado em verso da letra da composição.