Spike Lee coloca seu próprio autógrafo à venda como ‘souvenir’ de Cannes por US$ 100


Site do diretor americano e presidente do júri do Festival informou que quantidade é limitada. Cartões sem a assinatura de Lee custam US$ 1,7 (R$ 8,60) nas lojas oficiais de Cannes. Spike Lee, presidente do júri do Festival de Cannes
REUTERS/Eric Gaillard
O diretor americano Spike Lee, presidente do júri de Cannes, colocou à venda em seu site comercial cartões postais da 74ª edição do Festival com seu próprio autógrafo, a um preço de US$ 100 (ceca de R$ 507).
Os cartões sem assinatura custam US$ 1,7 (R$ 8,60) nas lojas oficiais de Cannes.
“Celebrem o Festival Internacional de Cinema de Cannes comprando o cartão oficial assinado por Spike Lee, o primeiro presidente negro do júri nos 74 anos de história do Festival (…). Temos uma quantidade muito limitada disponível”, diz o site do diretor que vende camisetas, bonés e outros tipos de produtos com sua imagem.
Uma fotógrafa independente, Samina Seyed, com 42.000 seguidores na rede social, reagiu a esta iniciativa comercial: “Querido Spike, já sei que sua assinatura não tem preço… mas por que US$ 100 pelo seu autógrafo em um cartão postal?”.
Vídeo: “Marinheiro das montanhas”, de de Karim Aïnouz, é exibido no Festival de Cannes
‘Marinheiro das montanhas’ é exibido no Festival de Cannes