Sérgio Ricardo: artistas lamentam morte do músico aos 88 anos


Cantor, compositor, ator e diretor foi um dos principais nomes da cultura de protesto dos anos 1960 e trabalhou com Glauber Rocha no cinema novo. O cantor e compositor Sérgio Ricardo é visto no III Festival de Música Popular Brasileira, realizado no Teatro Paramount, em São Paulo, onde tentou cantar a música ‘Beto Bom de Bola’, mas foi intensamente vaiado pela platéia e terminou por quebrar seu violão e depois jogá-lo no público. Foto de outubro de 1967
Estadão Conteúdo/Arquivo
Artistas lamentaram nesta quinta-feira a morte do músico Sérgio Ricardo, aos 88 anos.
Relembre a carreira de Sérgio Ricardo em FOTOS
O artista morreu na manhã desta quinta-feira (23), aos 88 anos, no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio. A causa da morte não foi divulgada.
“RIP SÉRGIO RICARDO! Ah, que triste! Musicas lindas! Zelão, Pernas, tantas!”, escreveu no Twitter o ator José de Abreu.
O cantor Otto escreveu no perfil de Sérgio Ricardo no Instagram: “Mestre Sérgio, uma honar ter lhe conhecido na vida”.
Chico César também homenageou Sérgio Ricardo no Instagram: “Um abraço ao eterno mestre”.
“Sérgio Ricardo era solidariedade infinita. Sua obra na música, cinema, na pintura traz esse olhar. ‘Tristeza mora na favela/ Às vezes ela sai por aí/ Felicidade então/ Que era saudade sorri/ Brinca um pouquinho/ Enquanto a tristeza não vem'”, escreveu Renato Terra, diretor de “Uma noite em 67”.