Segundo sumiço de Tiago Iorc completa um ano com sensação de que carreira do artista está prejudicada com interrupções


♪ ANÁLISE – Em 13 de julho de 2020, Tiago Iorc postou vídeo curto em rede social, convidando o público a assistir à entrevista que iria ao ar naquele dia no programa Conversa com Bial (TV Globo). Foi a última aparição do artista nas redes sociais. E também fora delas.
O segundo sumiço de Tiago Iorc completa um ano nesta terça-feira, 13 de julho de 2021, com a sensação de que a carreira do cantor e compositor está sendo prejudicada pela falta de continuidade.
Em janeiro de 2018, quando estava no auge da trajetória profissional, Iorc anunciou o primeiro afastamento em post sucinto nas redes sociais. Foi um movimento salutar porque o artista precisava se reciclar após a exposição massiva obtida com o sucesso do primeiro álbum em português, Troco likes (2015), e o consequente êxito da turnê com o show eternizado no DVD Troco likes ao vivo (2016).
A reaparição de Iorc aconteceu em 5 de maio de 2019, sem aviso prévio, com a edição do quinto e melhor álbum de estúdio do artista, Reconstrução, disco de certa densidade em que o compositor mostrou evolução em canções de tom mais introspectivo.
Quando tudo sinalizava volta à normalidade, veio o anúncio repentino de que o cantor gravaria álbum ao vivo na série Acústico MTV, em 31 de maio, na sequência quase imediata da edição do disco de estúdio. Lançado em setembro daquele ano de 2019, o álbum acústico de Iorc diluiu as conquistas do álbum Reconstrução.
Além do mais, entre a gravação e a edição do Acústico MTV do artista, veio à tona o desentendimento de Iorc com o empresário, Felipe Simas, que o catapultou ao sucesso. Desfeita a parceria, Iorc assumiu o gerenciamento da própria carreira e assinou contrato com a gravadora Sony Music, na qual debutou em maio de 2020 com o single Você pra sempre em mim.
Tudo indicava, mais uma vez, estabilidade na carreira. Até que veio o segundo sumiço no mesmo de julho de 2020 em que vazaram fotos intimas atribuídas a Iorc, cujos supostos nudes fizeram o cantor virar assunto nas redes sociais.
Enfim, Tiago Iorc sumiu novamente. É claro que, nesse segundo sumiço, há uma pandemia a atemorizar e isolar as pessoas. Contudo, tudo leva a crer que o sumiço de Iorc está mesmo relacionado a questões internas do artista.
Pode até ser que o novo desaparecimento seja mera ação de marketing e que uma segunda reaparição-surpresa esteja prevista para este ano de 2021. Ainda assim, a sensação é estranha por se tratar de artista com talento, em evolução, e com muito ainda por (re)construir no mundo da música.