Sarah Harding, cantora do Girls Aloud, morre aos 39


A cantora foi inicialmente diagnosticada com câncer de mama, mas doença se espalhou para outras partes do corpo. Sarah Harding em foto de fevereiro de 2009
MJ Kim/AP/Arquivo
Sarah Harding, uma das cantoras do grupo Girls Aloud, morreu neste domingo (5) em consequência de um câncer de mama.
Ela havia anunciado em agosto de 2020 que tinha sido diagnosticada com a doença, e que o câncer estava em metástase: “”No início do ano eu fui diagnosticada com câncer de mama e há algumas semanas eu recebi a notícia devastadora de que o câncer avançou para outras partes do meu corpo. Atualmente, estou passando por sessões semanais de quimioterapia e estou lutando o máximo que eu posso”, afirmou a cantora na ocasião.
Cantora Sarah Harding, do Girls Aloud, publicou uma imagem em uma rede social quando revelou que lutava contra um câncer
Reprodução/Instagram
Em 2021, Harding disse que os médicos disseram que ela não deveria viver até o fim do ano.
Harding ficou famosa em 2002, como uma das concorrentes do programa de novos cantores “Popstars: The rivals”. O Girls Aloud foi a banda formada nesse concurso televisivo.
O conjunto emplacou diversas músicas na parada do Reino Unido. Em 2013, a Girls Aloud anunciou seu fim.
O grupo britânico Girls Aloud em foto de 18 de fevereiro de 2009. Sarah Harding é a cantora do meio
Joel Ryan/AP/Arquivo
Além da carreira como cantora, ela também atuou em filmes e programas de TV.
Ela apareceu em dois reality shows, um chamado The Jump e o Big Brother Celebridades de 2017 (ela foi a vencedora desse último).
A banda Girls Aloud
Divulgação
A morte de Harding foi anunciada por sua mãe em uma rede social. “Com o coração partido, eu anuncio que a minha linda filha Sarah infelizmente faleceu”, ela afirmou.
Veja os vídeos mais assistidos do G1