Ruxell, produtor e ‘beatmaker’ pop, sai dos bastidores com álbum ‘Paz, amor e grave’


Iza, Rincon Sapiência, Lexa e MC Rebecca integram o extenso time de convidados do disco do artista carioca, integrante do trio Dogz. ♪ Na pista desde 2012, ano em que se lançou como DJ e produtor musical, o carioca Ruan Guimarães fez nome ao longo desses oito anos como Ruxell. É com esse nome artístico que – unido a Pablo Bispo e a Sergio Santos no trio de produtores musicais e compositores Dogz – Ruxell ajudou a dar forma a boa parte do pop brasileiro que encabeça as playlists nacionais.
Anitta, Pabllo Vittar, Gloria Groove, Lexa e, sobretudo, Iza emplacaram músicas formatadas em estúdio com beats de Ruxell, artista que começou a ascender nos bastidores ao misturar o batidão do funk carioca com a bass music, sobretudo com o trap.
Atualmente, Ruxell faz um som cada vez mais pop e ensolarado, como deixam claro as 11 faixas do primeiro álbum do artista, Paz, amor e grave, disponibilizado pela gravadora Som Livre na sexta-feira, 13 de novembro, através de parceria com o selo Inbraza, criado em 2019 pelo trio Dogz.
Sim, Ruxell sai dos bastidores e tenta vir para a linha de frente do mercado com esse álbum pop. Mas vem em companhia estelar.
A propósito, o extenso time de convidados do disco – em ordem alfabética: Ana k, Aya, Braza, Dada Yute, Di Ferrero, Felipe Original, Fran, Gloria Groove, Helio Bentes, Iza, Jerry Smith, Kafé, Lexa, MC Anônimo, MC Rebecca, MC WM, Psirico e Rincon Sapiência – diz muito sobre o peso do nome de Ruxell na indústria de música pop do Brasil nos últimos três anos.
Tremelique, música gravada por Ruxell com Lexa e MC WM, é a faixa promovida atualmente. Outras faixas, como Sobreviver, reggae pesadão que junta Iza e Dada Yute, serão munições disparadas posteriormente, embora já estejam no álbum. E por falar em reggae, Rasta soldjah junta Helio Bentes (vocalista da banda carioca Ponto de Equilíbrio) com Dada Yute.
Das 11 músicas do álbum Paz, amor e grave, somente uma – Cores – foi gravada sem participações. Abrakadrabra (com Psirico & MC Rebecca) e Vibra (com Braza) figuram entre as sete músicas inéditas de Paz, amor e grave, álbum precedido por quatro singles lançados ao longo deste ano de 2020.