Robert Garland, roteirista de ‘Sem saída’ e ‘O cavaleiro elétrico’, morre aos 83 anos

Segundo seu filho, Garland teve complicações decorrentes de demência. O roteirista Robert Garland morreu neste sábado (21) aos 83 anos após complicações decorrentes de demência, segundo anunciou seu filho, Michael.
Garland escreveu seu primeiro roteiro em 1970: um episódio da série “Que Garota”. Depois disso, roteirizou episódios de “The Bill Cosby Show”, “O jogo perigoso do amor” e “Sanford and Son”.
No final da década de 1970, assinou o roteiro do longa “O cavaleiro elétrico”, estrelado por Robert Redford e Jane Fonda. Neste faroeste, um ex-astro de rodeio rouba um cavalo de corrida e foge para o deserto, seguido por uma repórter de TV.
Em 1987, escreveu o drama criminal “Sem saída”, com Kevin Costner e Gene Hackman. No filme, o personagem de Costner presencia um assassinato e se torna encarregado sobre as investigações do caso.
Seu último filme foi “imensidão azul”, de 1988, dirigido por Luc Besson. A história acompanha a rivalidade entre dois amigos de infância que se tornam mergulhadores mundialmente famosos.
Garland se aposentou em meados nos anos 1990 e morou em diversas cidades: Paris, na França; Liguria, na Itália e Key West, na Florida (EUA). Ele deixa o filho, Michael, e os netos Jonah e Felix.
VÍDEOS: Personalidades que morreram em 2020