Renault Kwid chega a Europa com a promessa de ser ‘o carro elétrico mais barato do continente’


Subcompacto será lançado em 2021 como Dacia Spring. Apresentação seria no Salão de Genebra, cancelado a quatro dias do início por receio de propagação do coronavírus. Dacia Spring, versão do Renault Kwid elétrico
Divulgação
O Renault Kwid vai ganhar as ruas da Europa. Mas de uma forma diferente. Ele será vendido no continente como Dacia Spring, e será um subcompacto elétrico.
Com o Spring, a Dacia terá o tão esperado veículo elétrico de baixo custo. Tão baixo que a promessa é ser “o veículo elétrico mais barato da Europa”. Alguns sites especializados do continente apontam que o preço de partida deverá ficar na casa dos 10 mil euros.
Como comparação, o “primo” distante, Renault Zoe, parte de 23.900 euros. Já o Seat Mii electric, versão com baterias do Volkswagen Up, custa a partir de 17.730 euros.
Até pela proposta de ser mais acessível, o Spring levará a marca Dacia, que é uma subsidiária de origem romena, que pertence à Renault.
O Spring será o primeiro carro elétrico da Dacia. Ele já havia aparecido na Europa em 2018, ainda como conceito da Renault na prévia do Salão de Paris de 2018. A versão de produção surgiu meses depois, no Salão de Xangai. O lançamento, em terras europeias, como Dacia, está marcado para o ano que vem.
VÍDEO: G1 mostrou o Kwid elétrico no Salão de Xangai de 2019
G1 mostrou Renault Kwid elétrico no Salão de Xangai
Seria mostrado em Genebra
A apresentação do modelo aconteceria no Salão de Genebra – cancelado após o governo da Suíça proibir todos os eventos com mais de mil pessoas.
Dacia e Renault, porém, não adotaram a estratégia encontrada pela organização e parte das fabricantes, de realizar um “dia de imprensa virtual”, com as apresentações sendo feitas via internet, no mesmo horário em que estavam previstas as coletivas de imprensa no evento suíço.