Região de Campinas fecha 1º trimestre com alta de 6% nas vagas de aprendiz e estágio


De acordo com o Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee), foram 790 oportunidades no período. Confira cursos com maior quantidade vagas disponíveis e o valor médio da bolsa-auxílio. Ciee registrou 790 novas vagas de estágio para Campinas (SP) e região no primeiro trimestre.
Reprodução/EPTV
O Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) registrou 790 vagas de estágio e aprendizagem na região de Campinas (SP) no primeiro trimestre de 2019. O número representa uma alta de 6% no comparativo com o mesmo período de 2018.
Um levantamento feito a pedido do G1 aponta os dez cursos com maior número de vagas e média do valor da bolsa-auxílio nas unidades de Campinas e Mogi Mirim (SP), que atendem a região.
De acordo a instituição, desde o começo deste ano o maior número de vagas foi para o curso de administração, com 134 oportunidades.
Segundo a supervisora do Ciee Campinas, Luciana Bragil, o aumento de novas vagas no primeiro trimestre se dá naturalmente por ser um período de mais contratações e encerramento de contratos antigos.
”Período em que empresas e órgãos públicos estão buscando, de certa forma, oxigenação nos jovens”, afirma.
Valor médio da bolsa-auxílio
O balanço do Ciee mostra os dez cursos que lideram a média de bolsa-auxílio. A maioria dos cursos do ranking se enquadra no programa de estágio, com exigência mínima de nível técnico.
No curso de engenharia, que tem a maior média salarial, R$ 1,4 mil, o estudante precisa estar cursando ensino superior.
Como concorrer às vagas disponíveis
Os candidatos precisam se inscrever no site da instituição. Podem efetuar as inscrições alunos dos ensinos médio, técnico, tecnológico e superior.
”O estudante faz o cadastro no portal com perfil e senha. Ele pode consultar as vagas disponíveis para o seu perfil, e até se encaminhar para uma delas. Só vão aparecer vagas para o curso e atividade de atuação, de acordo com o perfil do candidato”, explica a supervisora do Ciee Campinas.
Caso o estudante não se encaminhe para alguma vaga, o Ciee também pode entrar em contato com o candidato e oferecer alguma oportunidade que se enquadre no perfil.
A instituição também auxilia para entrevistas e elabora o contrato do aprendiz ou estagiário.
Área de cadastro do estudante no site do Ciee.
Reprodução do site Ciee
Perfil para cada programa
De acordo com o Ciee, sempre há vagas para diversas áreas de atuação. O programa conhecido como “Aprendiz Legal” é destinado para alunos cursando ou formados no ensino médio, jovens de 14 a 24 anos. Já o programa de estágio é destinado para os perfis de nível técnico, tecnológico e superior. A idade mínima é a partir dos 16 anos.
Ao analisar o perfil destes jovens, a instituição também destaca a predominância de estudantes do sexo feminino. De acordo com a supervisora, a maior quantidade de contratações nestes casos foi para o curso de pedagogia.
”Geralmente é um curso que a maior parte é formada por mulheres” analisa.
Estudantes participantes do programa ‘Aprendiz Legal’ do Ciee Campinas (SP).
Caroline Possebon
*Sob supervisão de Luciano Calafiori
Veja mais notícias da região no G1 Campinas