Rede estadual de ensino do Piauí tem 1º dia de aulas presenciais com baixa presença de alunos nas escolas


Escolas se preparam para receber as aulas presenciais, mas a presença foi baixa em algumas escolas. CETI Didácio Silva se prepara para retorno de aulas presenciais na Zona Sudeste de Teresina.
O retorno das aulas presenciais obrigatórias para o 3º ano do Ensino Médio nas escolas públicas estaduais não ocorreu em todas as unidades nesta segunda-feira (18). O Centro de Educação de Tempo Integral (CETI) Didácio Silva, na Zona Sudeste e o CETI João Henrique Souza, na Zona Sul, foram algumas das unidades que não tiveram todos os alunos na sala de aula.
A portaria da Secretaria Estadual da Educação do Estado (Seduc) determinava que a volta obrigatória aconteceria hoje. O CETI Didácio Silva informou que ainda se organiza para retornar presencialmente próxima quarta-feira (20) e o CETI João Henrique Sousa informou que a previsão é que só ocorra na próxima semana.
De acordo com a diretora do CETI Didácio Silva, Tetê Castro, os 250 alunos estão assistindo aulas on-line, para que a escola seja preparada para o retorno presencial. Segundo a Seduc, uma sanitização ocorre na escola hoje e amanhã.
CETI Didácio Silva
Layza Mourão/ g1 Piauí
“Nós nos organizamos hoje para fazer essa volta presencial na quarta-feira, porque na verdade essa volta já aconteceu, só que precisava dividir melhor os grupos por causa da quantidade de alunos, já que temos turmas com quase 50 alunos e a nossa sala só comporta 20. Então hoje a gente precisa organizar essas carteiras e essa quantidade de gente”, explicou a gestora.
Tetê Castro disse que para a terça-feira (19), a escola também já tinha uma atividade marcada que era o projeto “Cinema na Escola” e por isso não haverá aula presencial.
A unidade escolar Didácio Silva tem 753 alunos distribuídos em 16 turmas, somente no 3º ano do Ensino Médio são 250 alunos. Mesmo com o retorno presencial obrigatório, a escola vai continuar disponibilizando as vídeo-aulas para aqueles que comprovarem que não podem assistir à aula de forma presencial.
As turmas serão divididas pela metade, e cada parte ficará numa sala. A estrutura física está preparada, com lavatórios e orientações com os protocolos sanitários espalhados pela escola.
A diretora informou ainda que nenhum pai ou aluno se opôs ao retorno obrigatório e que eles serão notificados pelo WhatsApp para o retorno na quarta-feira.
Leia Também:
Decreto da Prefeitura de Teresina autoriza retorno das aulas presenciais na rede municipal;
Volta às aulas no PI: salas com 50% dos alunos e protocolos de higiene marcam retorno presencial em escolas públicas;
Retorno próxima semana
CETI João Henrique de Almeida Souza
Layza Mourão/g1 Piauí.
No CETI João Henrique Sousa, no bairro Morada Nova, na Zona Sul de Teresina, as atividades presenciais obrigatórias só na próxima semana para adequar a carga horária dos professores com a divisão das turmas. A parte de estrutura sanitária já está apta para receber os alunos.
“Estamos trabalhando com os professores da seguinte forma: quando ele está aqui de forma presencial na parte da manhã, à tarde ele está trabalhando remoto, com aquela turma que está no processo de revezamento. Estamos tentando adaptar, porque quando o número de alunos presencial aumentar, teremos que dividir as nove turmas de 40 alunos e surgirão 18 turmas”, destacou a coordenadora Lucijane Oliveira.
A coordenadora afirmou que a partir da segunda-feira (25), as aulas serão de forma presencial, conforme o decreto. Ao longo desta semana, será feita a parte de estruturação das salas e demarcações de carteiras. Ainda está previsto também, ao longo dos próximos dias, uma reunião com os pais, para falar sobre o retorno das aulas.
Alunos do 3ª ano do Ensino Médio durante aula no CETI João Henrique, Sul de Teresina
Layza Mourã/g1 Piauí.
A Seduc disse estar ciente de que as duas escolas não iniciariam as aulas e que justificaram que os estudantes não terão prejuízo, por continuarem em ensino remoto.
Número geral
Segundo a Seduc 453 escolas retornaram nesta segunda-feira (18), que atendem 3º ano do ensino médio e VII etapa EJA (Educação de Jovens e Adultos).
“Só não retornaram em municípios que possuem decretos próprios devido ao número de casos de Covid-19. As demais escolas retornarão de forma gradativa, segundo o cronograma”, informou a Secretaria Estadual de Educação.
Em Picos e região
Pais relataram as dificuldades de locomoção dos alunos até a escola no retorno às aulas, onde muitos estão deixando de frequentar a escola por falta de ônibus escolar, já que não têm condições financeiras para pagar a passagem.
O problema foi relatado nas cidades de Picos, São João da Canabrava e em Campo Grande do Piauí. O setor responsável na Secretaria de Educação do Piauí (Seduc) não se posicionou até o momento desta publicação.
Confira as últimas notícias do g1 Piauí
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube