Rafa Kalimann diz que aprendeu muito no ‘BBB20’: ‘Saí de lá muito mais confiante’


Vice-campeã do reality, ela diz que doará prêmio de R$ 150 mil para ONG Missão África, projeto social que se dedica há sete anos. Rafa Kalimann ficou em segundo lugar no ‘BBB20’
Globo/Artur Meninea
Rafa Kalimann sempre teve o sonho de entrar no “BBB”, mas com o sucesso que ganhou nas redes sociais nos últimos anos, achou que não teria mais chance. Com a vigésima edição do programa, que juntou anônimos e famosos, ganhou a oportunidade e se consagrou vice-campeã do reality show. Thelma foi a campeã do jogo, finalizado na noite desta segunda-feira (27).
“Realmente vivi a experiência, mergulhei no que é o BBB. Aprendi muito. Saí de lá muito mais confiante. Me permiti viver de forma vulnerável e exposta, com todos esses riscos”, afirmou Rafa, citando a apreensão inicial que teve ao pensar no que poderia acarretar em sua imagem já conhecida do público.
“Mas pensei: ‘quero viver essa experiencia’. Tenho confiança nos meus defeitos e do quanto venho aprendendo em minha vida. Vou viver de forma inteira e intensa. E assim eu fiz”, disse Rafa durante entrevista a jornalistas por teleconferência na tarde desta terça-feira (28).
Rafa também falou sobre o destino dos R$ 150 mil que recebeu como prêmio, garantindo que não vai abandonar os projetos da ONG Missão África.
“Não vou desistir do projeto de jeito nenhum, é um sonho que está no coração. É um projeto que vou levar adiante. Os R$ 150 mil continuam sendo destinados para a ONG. Todo ano faço um bazar destinado à ela nessa época, mas este ano não deu, não só pelo programa, mas pela quarentena.”
Outros planos previstos por Rafa após o programa é maratonar o reality show para entender tudo o que aconteceu ao longo do jogo e conversar com alguns participantes com quem teve atritos, como Mari Gonzalez e Bianca Andrade. “Mas vamos esperar e acalmar. Tem que ser de coração”, citou Rafa sobre Bianca.
O que não entra no plano de Rafa é reatar o casamento com o sertanejo Rodolffo, embora haja uma campanha por parte dos fãs nas redes sociais. “Só ficou carinho mesmo, amizade, não vai passar disso não.”
Críticas
Rafa também falou sobre críticas que recebeu por suas ações sociais, chegando a ser chamada nas redes sociais de “missionária de Taubaté”.
‘Imaginei que usariam disso para me criticar porque desde o começo foi assim. Comecei o voluntariado e, logo em seguida, começaram a acontecer as coisas no Instagram. E eu sempre postei sobre o projeto, porque apesar das críticas, conseguia lucrar muito pros bazares.”
“Se eu não postasse, não falasse, as pessoas não saberiam que existia. E eu sempre entendi isso. Sempre fui criticada e sabia que não seria diferente.”
Responsabilidade social
Embora não tenha ainda se atualizado das notícias aqui de fora, como a polêmica envolvendo Gabriela Pugliesi, que teve contratos suspensos e conta no Instagram desativada após fazer festa durante quarentena, Rafa falou sobre a responsabilidade social dos influenciadores digitais.
“Eu não tenho ideia do que você está falando [sobre polêmica com Gabriela], mas temos responsabilidade social. Tem que tomar cuidado com o que a gente fala e faz. Mas lá dentro a gente não tem parâmetro, vai vivendo. Não cheguei a pensar em nada, só fui sendo eu mesma.”
“Não pensei [nas minhas ações lá dentro]. Até deveria. Inclusive falei um monte de besteira. Eu deveria até ter pensando um pouco mais. A ficha caiu quando o Ti [Tiago Leifert] contou que todos nós fomos cancelados. Aí é um risco que a gente corre. Ao mesmo tempo que nos cobram personalidade nas redes sociais, quando discordam de algo, acabam não gostando.”
Tiago Leifert fala sobre final totalmente feminina do BBB20