R. Kelly vai a julgamento por supostos abusos sexuais


Julgamento começou nesta quarta-feira em Nova York; cantor é acusado de participar de um esquema que recrutou mulheres e meninas menores de idade para sexo por duas décadas. Cantor R. Kelly passa por seleção de júri em caso de abuso sexual no dia 10 de agosto de 2021
Gabinete do Xerife do Condado de Cook/Divulgação via REUTERS
O cantor Kelly vai a julgamento nesta quarta-feira (18) em Nova York devido a acusações de que liderou um esquema de duas décadas no qual recrutou mulheres e meninas menores de idade para sexo, o que incluiu exigir que elas tivessem “comprometimento absoluto” e o chamassem de “papai”.
Procuradores e advogados de defesa devem fazer seus argumentos iniciais a um júri de sete homens e cinco mulheres que decidirão o destino do cantor, de 54 anos.
Kelly, ganhador de três prêmios Grammy e cujos sucessos incluem “I Believe I Can Fly” e “Bump N’ Grind”, se diz inocente e nega com veemência qualquer irregularidade.
Imagem de 6 de junho de 2019 mostra R. Kelly chegando a tribunal de Chicago
E. Jason Wambsgans/Chicago Tribune via AP/Arquivo
O julgamento, que foi adiado várias vezes devido à pandemia e deve durar cerca de um mês, deve incluir detalhes dos supostos abusos de Kelly, incluindo depoimentos de algumas acusadoras e de ao menos um acusador.
Os procuradores vão argumentar que Kelly usou um séquito de empresários, guarda-costas e outros para recrutar mulheres e meninas, às vezes em apresentações, para ele fazer sexo e abusar.
Kelly foi acusado de exigir que as vítimas obedecessem a regras rígidas, como só comer ou ir ao banheiro com sua permissão, usar roupas folgadas longe de sua presença e não olhar para outros homens.