Programa de Demissão Voluntária da GM tem adesão de 235 funcionários em São José, diz sindicato


Benefícios para quem aderiu ao PDV vão de salários adicionais até um carro, dependendo do tempo de fábrica. Fábrica da GM em São José dos Campos
Reprodução/TV Vanguarda
O Programa de Demissão Voluntária (PDV) aberto pela General Motors em São José dos Campos (SP) teve a adesão de 235 funcionários, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos. O número foi divulgado nesta terça-feira (15).
O PDV foi aberto no dia 1º e encerrado no dia 10. Os benefícios para quem aderiu ao plano, como salários adicionais, extensão do convênio médico e um carro Onix Joy Black, variam de acordo com o tempo que cada funcionário tem na GM.
Veja abaixo a tabela oferecida no PDV:
1 a 3 anos de fábrica: sem benefícios.
4 a 10 anos: 3,5 salários + 12 meses de convênio médico.
11 a 13 anos: 4 salários + um carro Onix Joy Black + 18 meses de convênio médico.
14 a 16 anos: 4,5 salários + um carro Onix Joy Black + 18 meses de convênio médico.
17 a 19 anos: 5 salários + um carro Onix Joy Black + 24 meses de convênio médico.
20 a 22 anos: 5,5 salários + um carro Onix Joy Black + 24 meses de convênio médico.
23 a 25 anos: 6 salários + um carro Onix Joy Black + 24 meses de convênio médico.
Acima de 26 anos: 7 salários + um carro Onix Joy Black + 24 meses de convênio médico
A fábrica da GM em São José dos Campos produz os modelos S10 e Trailblazer e, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, tem cerca de 3.600 trabalhadores.
A empresa foi procurada pelo G1, que aguardava retorno até a publicação da reportagem.
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região