Primeiros passos para conseguir emprego em TI no exterior


Além do cenário nacional favorável, profissionais de tecnologia encontram boas oportunidades em outros países. Profissional de TI com visão de negócios tem diferencial no mercado
Sigmund/Unsplash
O cenário nacional do mercado de tecnologia se mostra favorável e promissor para quem deseja entrar e evoluir nele. No entanto, engana-se quem pensa que as oportunidades estão apenas dentro do Brasil.
Muitas empresas estrangeiras buscam aqui trabalhadores dispostos a mudarem de país e buscarem desafios além das fronteiras do Brasil.
Com o trabalho remoto mais popular e o real desvalorizado em relação ao dólar e ao euro, há uma tendência de que empresas do mundo todo contratem profissionais em mercados como o brasileiro.
GUIA PARA CARREIRA EM TI: profissões, salários, por onde começar e como se desenvolver
SALÁRIOS EM TI: veja quanto paga cada carreira na área, segundo consultoria
Um estudo feito pela consultoria Robert Half indica que contratar um desenvolvedor brasileiro pode sair até 40% mais barato para uma empresa estrangeira em comparação com o valor pago para um trabalhador americano de conhecimento equivalente.
Especialistas em desenvolvimento de software são os mais cobiçados, apontam as fontes ouvidas pelo g1.
O conhecimento em inglês, mesmo que apenas intermediário, é imprescindível – até para vagas em países que não têm a língua como sua principal.
CARREIRA EM TI: histórias de quem trocou outras áreas pelo setor que está ‘bombando’
PREPARAÇÃO: como escolher um curso de tecnologia?
Veja abaixo como encontrar potenciais vagas:
Fique de olho em sites especializados: além do LinkedIn, é possível buscar vagas em sites, como Toptal, Turing, StackOverflow e Relocate.me. Quem quer trabalhar recebendo por projeto pode procurar por oportunidades nas plataformas Fiverr, Upwork e Freelancer.com.
Tenha pronto um perfil em inglês: o LinkedIn permite criar uma versão da página pessoal em dois ou mais idiomas, o que facilita aos recrutadores estrangeiros. A rede social é um bom lugar para buscar por vagas, filtrando por “trabalho remoto” e selecionando a opção “Mundialmente” no campo de localização.
Mantenha o Github atualizado: é bem provável que os recrutadores não conheçam a universidade ou escola que você cursou. Um portfólio de projetos é uma forma simples de comprovar sua habilidade, já que o inglês é o idioma da maioria das linguagens de programação.
MIGRAÇÃO: como começar carreira em TI vindo de outras áreas
EXPERIÊNCIA: O que dizem os programadores que foram morar no exterior?
5 dicas para começar na carreira de TI