Presidente do Banco Central cancela participação presencial na COP26 após lesão muscular


Em nota, BC informou que Roberto Campos Neto teve uma ‘lesão muscular acentuada ocorrida durante prática de esportes’, o que impedirá viagem à Escócia. Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central
Reuters
O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, cancelou a sua participação presencial na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, a COP26, em Glasgow, na Escócia, devido a uma “lesão muscular acentuada”, informou a assessoria da autoridade monetária nesta segunda-feira (1º).
“O presidente Roberto Campos Neto não participará presencialmente dos eventos da COP 26 em razão de uma lesão muscular acentuada ocorrida durante prática de esportes, o que impossibilitará seu deslocamento a Glasgow”, diz o Banco Central em nota.
Ainda segundo o BC, Campo Neto se recupera bem e seguirá orientação médica no Brasil até seu restabelecimento.
Campos Neto teria três compromissos em Glasgow na quarta-feira (3). Segundo o Banco Central, ele manteve, por videoconferência, sua palestra sobre “Agenda de Sustentabilidade do Banco Central”. A fala será transmitida às 11h (horário de Brasília).
COP26
O Brasil iniciou a sua participação na COP26, em Glasgow, na Escócia, nesta segunda-feira (1). Sem a participação do presidente Jair Bolsonaro, o país foi representado pelo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.
Em discurso, Leite anunciou uma nova meta climática com redução das emissões de carbono “mais ambiciosa” já para 2030, com o objetivo de alcançar a neutralidade de carbono até 2050.
VÍDEOS: notícias sobre natureza