Porsche Taycan ganha versão menos potente, mas com a maior autonomia da linha


Configuração 4S tem até 571 cv, menos do que os 625 cv da Turbo e da Turbo S. Já a autonomia pode chegar a 463 km — mais do que das versões mais caras. Porsche Taycan 4S
Divulgação
Depois de mostrar as versões mais potentes, de até 761 cavalos, a Porsche revelou nesta segunda (14) todos os detalhes de uma versão mais simples do Taycan, seu primeiro carro elétrico, que agora parte de 105.607 euros.
Chamada de 4S, ela entrega 530 cavalos de potência na configuração Performance com bateria de 79,2 kWh, e 571 cavalos no pacote Performance Plus, que é opcional e tem bateria de 93,4 kWh.
Apesar da diferença de potência entre as duas configurações, o desempenho é exatamente o mesmo: de acordo com a Porsche, qualquer Taycan 4S pode ir de 0 a 100 km/h em 4 segundos e tem a velocidade máxima limitada em 250 km/h.
Porsche Taycan 4S
Divulgação
O que muda é o quanto cada uma pode rodar com uma carga. Enquanto a Performance tem autonomia de até 407 km, a Performance Plus pode chegar a 463 km — maior alcance da linha Taycan, até mesmo em relação às versões mais caras, Turbo e Turbo S.
Por falar nas configurações mais potentes, a Porsche causou polêmica ao batizá-las de Turbo e Turbo S — por ser um veículo elétrico, obviamente não há turbo. A fabricante se explicou, dizendo que esta é a designação para configurações com melhor desempenho.
O Taycan é um pouco menor do que um Panamera. Ele tem 4,96 metros de comprimento, 2,90 m de entre-eixos e 1,96 m de largura.
Porsche Taycan 4S
Divulgação
CONHEÇA O TAYCAN, O PRIMEIRO CARRO ELÉTRICO DA PORSCHE
G1 mostra o Porsche Taycan, primeiro carro elétrico da marca