Ponto mais alto da Groenlândia registra chuva pela primeira vez

Fenômeno ocorreu em local a 3.216 metros de altitude, onde as temperaturas ficaram acima de zero durante nove horas. Para especialistas, este é mais um alerta para aquecimento da camada de gelo na região. VÍDEO: Ponto mais alto da Groenlândia registra chuva pela primeira vez
O ponto mais alto do manto de gelo da Groenlândia registrou chuva pela primeira vez na história. O fenômeno aconteceu no último sábado (14) em um local a 3.216 metros de altitude, onde as temperaturas permaneceram acima de zero por cerca de nove horas.
A chuva foi relatada na quarta-feira (18) por cientistas do Centro de Dados Nacional de Neve e Gelo dos Estados Unidos. Segundo especialistas, este é mais um sinal preocupante de aquecimento da camada de gelo, que já está derretendo em um ritmo crescente.
“Isso não é um sinal saudável para um manto de gelo”, disse Indrani Das, glaciologista do Observatório Terrestre Lamont-Doherty da Universidade de Columbia à agência Reuters. “Água no gelo é ruim. Torna a camada de gelo mais propensa a derreter”.
Derretimento de gelo na Groenlândia atingiu ponto irreversível, diz estudo
Por que prestar atenção ao novo governo da Groenlândia
O Centro de Dados Nacional de Neve e Gelo afirmou que, por conta do clima, a região registrou derretimento de gelo durante três dias seguidos. “A causa do derretimento que ocorreu de 14 a 16 de agosto de 2021 foi semelhante aos eventos ocorridos no final de julho”, disse.
Segundo o órgão, a área do derretimento de gelo na superfície chegou a 872 mil quilômetros quadrados no sábado (14) e reduziu de tamanho nos dias seguintes.
A perda de massa de gelo na superfície registrada no domingo (15) foi sete vezes acima da média para meados de agosto.
Com o derretimento do gelo, a água flui para o oceano e faz com que o nível do mar suba. O derretimento da camada de gelo da Groenlândia – a segunda maior do mundo depois da Antártica – causou cerca de 25% do aumento do nível do mar global nas últimas décadas, estimam os cientistas.