Polícia Ambiental constata derrubada de 144 árvores nativas em propriedades rurais e aplica mais de R$ 40 mil em multas


Fiscalizações em uma fazenda e em um sítio, respectivamente, em Rancharia e em Pacaembu, foram realizadas nesta sexta-feira (29). Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Em duas fiscalizações distintas, a Polícia Militar Ambiental constatou nesta sexta-feira (29) a derrubada de 144 árvores nativas em propriedades rurais em Pacaembu (SP) e Rancharia (SP) e aplicou multas que totalizaram R$ 43,2 mil aos responsáveis pela supressão da vegetação.
Na ocorrência em Rancharia, os policiais dirigiram-se a uma fazenda na Estrada da Lagoa Seca, onde depararam-se com o corte de 115 árvores da espécie leiteiro em área comum.
Segundo a polícia, um homem de 71 anos, identificado como proprietário da fazenda, não tinha autorização para a supressão da vegetação e foi autuado em R$ 34,5 mil.
Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Já em Pacaembu, uma outra equipe da Polícia Ambiental compareceu a um sítio no Bairro Areia Branca, onde constatou a supressão de 29 árvores das espécies embaúba, farinha-seca e canelinha.
Como também não tinha autorização para realizar o corte das árvores, o sitiante, de 71 anos, foi autuado em R$ 8,7 mil.
Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Fiscalizações constataram derrubada de 144 árvores nativas na região de Presidente Prudente
Polícia Militar Ambiental
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.