Pimenta na comida pode levar à demência, revela estudo

Você adora temperar sua comida com pimenta fresca? Então é melhor ficar atento. Um novo estudo, publicado na revista Nutrients, aponta que o consumo de pimenta pode elevar as possibilidades de demência em adultos.

A análise concluiu que aqueles que ingeriram mais de 50 gramas de pimenta diariamente tiveram um aumento de 56% em relação ao risco de perda de memória e dificuldade de aprendizado.

Vale ressaltar que a pesquisa foi feita durante 15 anos, contando com 4.582 participantes, e que os efeitos negativos da pimenta foram mais intensos em pessoas mais magras – ou seja, aquelas que tiveram o índice de massa corporal (IMC) mais baixo.

Testes de memória

Além de questionários e acompanhamento sobre as refeições feitas, os pesquisadores avaliaram as funções cognitivas dos voluntários por meio de testes de memória.

Um dos cientistas leu dez palavras, com dois segundos para leitura de cada. Os participantes tiveram dois minutos para memorizar os termos. Para cada palavra lembrada corretamente, o participante recebia um ponto.

Depois, eles tiveram de contar de 20 a 1 (de forma decrescente) e tinham duas chances para isso. Caso acertassem na primeira tentativa, recebiam 2 pontos; se acertassem apenas na segunda, ganhavam um ponto.

A terceira etapa consistiu em cinco operações de subtração. Cada subtração certa fazia com que o participante recebesse um ponto.

A última fase era relembrar a lista de dez palavras testada no início dos testes. Cada palavra lembrada concedia um ponto ao indivíduo.

Assim, quanto maior a pontuação do participante, melhor estão suas funções cognitivas – ligadas à memória e aprendizado.

Assim, quanto maior a pontuação do participante, melhor estão suas funções cognitivas – ligadas à memória e aprendizado.

Declínio da memória

BDNF (do inglês “Brain-derived neurotrophic factor“, ou Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro em português), é uma proteína presente em nosso organismo e que auxilia na aprendizagem e na memória.

Aos adultos que ingeriram mais de 50 gramas de pimenta, houve um aumento de BDNF nos primeiros três dias. Mas depois a quantidade da proteína caiu drasticamente, o que afetou o crescimento e funcionalidades dos neurônios.

Perda de memória

Saiba como transar pode influenciar sua memória


Conheça quais alimentos ajudam a memória e concentração


Confira 21 exercícios para turbinar seu cérebro