Petroleira Chevron anuncia compra da Anadarko por US$ 33 bilhões

Trata-se da maior fusão do setor desde que a Shell comprou a BG em 2016. A petroleira norte-americana Chevron anunciou nesta sexta-feira (12) que vai comprar a Anadarko Petroleum por US$ 33 bilhões , para reforçar sua posição no mercado de xisto e de gás natural liquefeito (GNL), marcando a maior fusão do setor desde que a Shell comprou a BG em 2016.
Com os preços do petróleo subindo este ano, a Chevron e a rival de maior porte, a Exxon Mobil, vêm aumentando os investimentos na bacia Permiana, no oeste do Texas, a mais prolífica região de petróleo não convencional do país.
A Chevron, a Exxon, a Shell e a BP perderam em grande parte a primeira fase de bonança da bacia, enquanto produtores independentes mais ágeis, como a também norte-americana Anadar Anadarko, foram pioneiros na tecnologia de exploração e produção de petróleo não convencional e obtiveram áreas mais baratas.
A Chevron, que já tem 2,3 milhões de acres na Bacia do Permiano, disse que o acordo para comprar a Anadarko daria à companhia combinada um corredor de 120 quilômetros ao longo da região, em Delaware, na fronteira do Texas com o Novo México.
A Anadarko também tem um projeto de GNL em Moçambique, parte de um dos maiores investimentos atuais planejados do setor.