Péricles reforça time de cantores que caem no samba popularizado pelo Ara Ketu em 1998


♪ Péricles se junta ao time de cantores que não resistiram ao poder aliciante da música Mal acostumada. No quarto EP com músicas do álbum Tô achando que é amor, o cantor paulista procura ambientar em clima de pagode de mesa a composição de autoria de Meg Evans e Ray Araújo.
Apresentada com batida forrozeira em 1997 na gravação original feita por Cabelo de Fogo, banda baiana criada por Meg em Salvador (BA), Mal acostumada ganhou projeção em todo o Brasil em 1998, ano em que o grupo soteropolitano Ara Ketu regravou a música na cadência do samba.
Desde então, Mal acostumada – que às vezes tem o gênero do título invertido e trocado para Mal acostumado, como fez Péricles – já ganhou as vozes de Joanna, Simone, Elymar Santos e da dupla Simone & Simaria, entre outros nomes.
Capa de ‘Tô achando que é amor EP 4’, de Péricles
Bruno Fioravante
Além de regravar o sucesso do Ara Ketu, Péricles dá voz a outras três músicas no quarto dos cinco EPs em que vem apresentando paulatinamente o repertório do álbum Tô achando que é amor.
As outras músicas do EP 4 – lançado nesta sexta-feira, 6 de novembro – são as inéditas Sem questionar (Brunno Gabryel, Suel e Rodrigo Oliveira), Ai ai de mim (Rodrigo Oliveira, Cleitinho Persona, Elizeu Henrique e Jota Reis) e Stand by (Tiago Alexandre, André Lemmos, Marcelinho TDP e William Mendonça).