Paula Kelly, cantora e atriz, morre aos 77 anos


Ela morreu no domingo (9), vítima de uma doença pulmonar obstrutiva crônica. Carreira teve papéis na Broadway, no cinema e na TV, com direito a duas indicações ao Emmy. Chita Rivera e Paula Kelly em fotos de divulgação do filme ‘Charity, meu amor’, de 1969
Archives du 7eme Art/Photo12/AFP/Arquivo
A atriz, cantora e dançarina Paula Kelly morreu aos 77 anos. Ela ganhou uma indicação ao Emmy pelo seriado “Night Court” e estrelou com Chita Rivera e Shirley MacLaine o filme “Sweet Charity”.
Kelly morreu no domingo (9), vítima de uma doença pulmonar obstrutiva crônica, de acordo com o Teatro Ebony Repertory de Los Angeles.
Ela foi indicada a melhor atriz coadjuvante no Emmy de 1984 por interpretar a defensora pública Liz Williams na primeira temporada de “Night Court”.
Também recebeu outra indicação em 1989 pelo papel na minissérie “The Women of Brewster Place”.
Começo na Broadway
A atriz estreou na Broadway com papel no musical “Something More!”, de 1964, dirigido por Jule Styne e estrelado por Barbara Cook.
Mais tarde, ela dividiu o palco com Morgan Freeman em peça da Broadway chamada “The Dozens”.
Um de seus papéis mais importantes foi a Helene de “Sweet Charity”. Ela interpretou a personagem no palco em Londres e depois voltou a ele na estreia de Bob Fosse no cinema.
Seus outros papéis no cinema foram em “The Andromeda Strain”, “Top of the Heap” e “Soylent Green”. Na TV, também atuou em outras produções como “Santa Barbara”, “Mission: Impossible”, “Kojak” e “The Golden Girls”.