Para evitar problema com pescadores, Israel cria reserva com 2,5 toneladas de peixes para pelicanos


Milhões de pássaros atravessam os céus de Israel para imigrar do norte para o sul. Pelicanos em reserva em Israel, em 8 de novembro de 2021
Amir Cohen/Reuters
Em Israel, milhares de pelicanos que viajam para o sul estão em busca de comida, o que preocupa os pescadores do país.
O governo israelense criaram uma reserva para tentar atrair os pelicanos e, assim, proteger a pesca comercial.
Leia também
Pelicano de ‘duas cabeças’ é visto em voo no Leste Europeu
Bichos Espiões: acompanhe a rotina de coalas e pelicanos no terceiro episódio
Pelicanos param em Israel durante rota de imigração, em 8 de novembro de 2021
Amir Cohen/Reuters
Centenas de milhões de pássaros atravessam os céus de Israel durante as temporadas de imigração. O número pode chegar a 500 milhões de aves.
Nesta época do ano, eles saem de regiões ao norte com destino à África.
Pelicano se alimenta em reserva em Israel, em 8 de novembro de 2021
Amir Cohen/Reuters
Os pelicanos estão entre os maiores pássaros que fazem esse trajeto. Estima-se que 45 mil deles passam por Israel.
Como os pelicanos comem peixes, tentam oferecer aos animais alimentos em um local longe dos pontos onde há pesca.
Cerca de 2,5 toneladas de peixes que não são consumidos por humanos foram colocados em um lago perto da costa mediterrânea do país.
“O programa visa minimizar o atrito entre o homem e o pelicano”, disse Ofir Bruckenstein, do órgão responsável por parques e natureza de Israel.
A partir deste local, eles podem continuar sua migração.
Imagem de pelicanos que param em Israel no meio de rota de imigração, em 8 de novembro de 2021
Amir Cohen/Reuters
A Sociedade para a Proteção da Natureza em Israel estima que cerca de metade das aves morrem durante a jornada sazonal, que cobre milhares de quilômetros.
Os pássaros morrem por serem predados e também em decorrência de atividades humanas, como a destruição de habitats, disse o grupo.
Veja os vídeos mais assistidos do g1