Pantanal tem 100 mil hectares destruídos por queimadas que começaram há 10 dias em MT


Deste total, 35 mil são na área da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), a maior do país, com 108 mil hectares.
Pantanal tem 100 mil hectares destruídos por queimadas que começaram há 10 dias em Mato Grosso
Jeferson Prado
Cerca de 100 mil hectares já foram queimados no Pantanal mato-grossense por um incêndio que começou há mais de 10 dias na região do município de Poconé, a 104 km de Cuiabá.
Deste total, 35 mil são na área da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), a maior do país, com 108 mil hectares.
Ao todo, 600 focos foram registrados nesta segunda-feira (10), que incluem a Aldeia Indígena Perigara e a Transpantaneira.
Pantanal tem 100 mil hectares destruídos por queimadas que começaram há 10 dias em MT; aeronaves são usadas no combate
Jeferson Prado
A RPPN Sesc Pantanal foi a primeira atingida nas divisas norte e sul. Os dois focos de calor avançaram e se juntaram, devastando a unidade de conservação.
No Hotel Sesc Porto, a ameaça começou no dia 5 de agosto, com um foco no entorno. Ele cresceu, se espalhou, atravessou a rodovia e atingiu o Parque Sesc Baía das Pedras, também unidade do Sesc Pantanal.
O Hotel Sesc Porto Cercado também ficou bastante ameaçado. O fogo está sob controle, mas depende de como vai se comportar o vento e o calor.
O fogo é controlado por militares, Forças Armadas, brigadistas e Ibama.
A Justiça de Mato Grosso autorizou que 10 presos do complexo penitenciário de Várzea Grande reforcem a operação de combate aos incêndios no Pantanal por 10 dias.
Eles serão monitorados com tornozeleiras e supervisionados por dois policiais penais.