Panda gigante dá à luz 2 filhotes em zoológico na França; veja fotos


Bebês são a princípio 2 fêmeas, mas o sexo só poderá ser determinado com segurança dentro de alguns dias. Um deles foi resgatado e colocado em uma incubadora. Veterinário cuida de filhote gêmeo de panda após a mãe, a fêmea Huan Huan (que significa ‘Feliz’ em chinês), dar à luz no Zoológico de Beauval, em Saint-Aignan-sur-Cher, em 1º de agosto de 2021 na França
Guillaume Souvant/AFP
Huan Huan, uma panda fêmea emprestada por um zoológico chinês ao ZooParc de Beauval, na França, deu à luz dois gêmeos saudáveis na madrugada desta segunda-feira (2).
Os bebês são parte da família de pandas do zoológico, que inclui o pai Yuan Zi e seu irmão, Yuan Meng, que nasceu em 4 de agosto de 2017.
“Os dois bebês são rosas. Ambos estão em perfeita saúde”, disse o presidente do ZooParc de Beauval, Rodolphe Delord. “Eles parecem bem grandes. Eles são lindos”.
A panda gigante Huan Huan, que significa ‘Feliz’ em chinês, segura com a boca seus filhotes gêmeos que acabaram de nascer no Zoológico de Beauval, em Saint-Aignan-sur-Cher, na França
Guillaume Souvant/AFP
Os bebês a princípio são duas fêmeas, mas o sexo só poderá ser determinado com segurança dentro de alguns dias, segundo Baptiste Mulot, diretor do departamento veterinário do zoológico.
“Os 10 primeiros dias são o período sensível”, disse Mulot. “Huan Huan se comporta melhor. Tem os gestos de uma boa mãe. É um nascimento muito lindo”.
Os pequenos pandas nasceram logo após a 1h (horário local, ou 20h do domingo em Brasília) e receberão nomes em até 100 dias. A tarefa será da primeira-dama chinesa, segundo o zoológico.
Bebê na incubadora
A panda gigante Huan Huan, que significa ‘Feliz’ em chinês, recebe de uma cuidadora um dos seus filhotes que acabaram de nascer no Zoológico de Beauval em Saint-Aignan-sur-Cher, em 2 de agosto de 2021 na França
Guillaume Souvant/AFP
Uma cuidadora chinesa do Centro de Pesquisa Panda Gigante de Chengdu assistiu ao parto e conseguiu resgatar um dos bebês para colocá-lo em uma incubadora.
O primeiro bebê pesava 149 gramas, número “muito tranquilizador” para uma cria panda. O segundo, que ficou um pouco mais tempo com a mãe, pesa 128 gramas.
“Quanto maiores, menos frágeis. Estão na parte superior porque ao nascer devem pesar entre 100 e 150 gramas”, explicou a veterinária.
Sexo e inseminação artificial
Cuidadora chinesa dá a primeira mamadeira ao primeiro gêmeo da panda gigante Huan Huan, que significa ‘Feliz’ em chinês, que deu à luz no Zoológico de Beauval, em Saint-Aignan-sur-Cher, na França, em 2 de agosto de 2021
Guillaume Souvant/AFP
Huan Huan e Yuan Zi, dois pandas gigantes que são uma das principais atrações do zoológico, copularam no fim de março.
Por precaução, também foi feita uma inseminação artificial, já que a panda fêmea só é fértil entre 24 e 48 horas por ano.
Graças a esta técnica, Huan Huan teve seu primeiro filho, Yuan Meng, em 2017. Mas o seu irmão gêmeo não sobreviveu.
Eles foram os primeiros pandas nascidos na França. Agora com quatro anos, Meng pesa mais de 100 quilos.
VÍDEOS: as últimas notícias internacionais